Mahindra confirma parceria com Campos Racing

A equipe indiana anunciou que os espanhóis serão os novos parceiros para a segunda temporada da F-E; a Campos expande operações no campeonato, já que a parceria com a NEXTEV China Racing continua a existir

A Mahindra muda de parceira para a segunda temporada da F-E: sai a Carlin e entra a Campos Racing. A equipe indiana trocou não só o parceiro, mas também a unidade motriz para a segunda edição do certame de carros elétricos, deixando de utilizar o pacote Spark-Renault SRT-01 para desenvolver a própria tecnologia, com a combinação Spark-Mahindra M2Electro.

"Temos o prazer de anunciar a Campos Racing como a parceira da Mahindra Racing para a temporada 2015/16. Tanto a Mahindra quanto a Campos levam para esta parceria muita experiência e conhecimento técnico adquiridos durante a primeira edição do campeonato. Temos tudo de que precisamos para maximizar o desempenho do M2Electro e almejamos bons resultados", disse o chefe do time indiano”, Dilbagh Gill.

Na temporada de estreia da F-E, a Campos formou uma parceria com a equipe NEXTEV China Racing, com a qual Nelsinho Piquet se sagrou campeão. Adrian Campos, chefe da equipe, celebrou a união com a Mahindra para a próxima temporada do certame de carros elétricos, extendendo a operação para duas equipes, já que os espanhóis continuam ligados ao time chinês.

“Ser procurado por uma equipe com a ambição da Mahindra Racing é prova de que construímos uma reputação muito boa no paddock da F-E. Ser parceiro de duas equipes neste temporada nos faz ter muito mais rigor e determinação na segunda edição do campeonato”, ponderou.

Detalhes da parceria

A parceria da Campos com a Mahindra será um empreendimento conjunto – ou seja, as duas comandarão as operações de pista. “A Mahindra montou uma estrutura ao longo dos últimos meses que culminaram diretamente neste projeto, em que os serviços serão prestados pela Campos. Este projeto é ligeiramente diferente do executado na primeira temporada, em que a operação era praticamente comandada só por nosso pessoal", acrescentou Gill.

A Campos continua com a parceria com a NEXTEV China Racing, mas o dirigente espanhol garante que trabalhar com duas equipes não comprometerá o desempenho de nenhum dos lados.

“Estamos aqui para extrair o melhor desempenho possível dos dois pacotes (da Mahindra e da China Racing). Nossa equipe está trabalhando em conjunto com os engenheiros da Mahindra e essa abordagem já se mostrou bastante produtiva no primeiro teste realizado com o M2Electro”, destacou Campos.

A parceria entre os espanhóis e os indianos não se limitará à F-E, segundo Gill. “Esta é uma parceria de longo prazo, que tem potencial para o desenvolvimento de projetos além da F-E. A Mahindra fornecerá a liderança técnica, enquanto a Campos trará a experiência de engenharia de corrida”, revelou.

O único tema que o chefe da esquadra indiana se recusou a comentar foi sobre a dupla de pilotos. É certo que Bruno Senna ocupará um dos cockpits do time, enquanto a segunda vaga segue em aberto.

Segundo o Motorsport.com apurou, Adam Carroll, Giedo van der Garde, Giorgio Pantano e António Félix da Costa, que testaram com a equipe no mês passado, na Espanha, estão na disputa por um lugar na equipe – que deve anunciar oficialmente a dupla de pilotos na próxima segunda-feira, em Donington Park.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula E
Equipes Mahindra Racing
Tipo de artigo Últimas notícias