Berthon usa pole para vencer de ponta a ponta em Budapeste

Sexto no grid, Felipe Nasr chega em quinto e reduz diferença para Coletti no campeonato para seis pontos

Não teve para ninguém. O francês Nathanael Berthon fez ótimo uso de sua pole position após o oitavo lugar na Feature Race da GP2 ontem. O piloto da Tridente largou, abriu vantagem confortável para o resto e garantiu sua primeira vitória na carreira na Sprint Race de hoje em Hungaroring.

Berthon utilizou um ritmo de corrida superior para se defender dos ataques do neozelandês Mitch Evans da Arden, segundo no grid, que aproveitou o Safety Car após a primeira volta para tentar novamente atacar o piloto da Trident. Porém, jamais esteve em posição de ataque, finalizando a prova de hoje 2.2s atrás do francês, que deteve a volta mais rápida.

Melhor do resto, o suíço Fabio Leimer conseguiu um pódio importante na prova de hoje. Com isso, o piloto da Racing Engineering agora está a 25 pontos de Stefano Coletti, de volta à briga pelo título da temporada.

Título também disputado pelo brasileiro Felipe Nasr, que hoje largou de sexto, ganhou posições de James Calado e Simon Trummer, mas perdeu para Marcus Ericsson, o que o fez chegar no quinta posto.

No entanto, com o resultado e o fim de semana ruim de Coletti, classificado em 20º após o abandono hoje em corrida problemática depois de ter de trocar o bico e ter passado por cima da mangueira do pit lane, o brasileiro agora está a seis pontos do monegasco, aproveitando sequência ruim do piloto, que pontuou em apenas uma das últimas seis provas.

Vencedor da prova de ontem utilizando dois compostos médios, Jolyon Palmer não teve mesmo ritmo com os macios, que se desgastaram rápido. O companheiro de Nasr foi apenas o 12º.

Confira o resultado após 28 voltas:

1. Nathanael Berthon (Trident) 45m06.319s
2. Mitch Evans (Arden) +2.239s
3. Fabio Leimer (Racing Engineering) +13.441s
4. Marcus Ericsson (DAMS) +15.983s
5. Felipe Nasr (Carlin) +23.367s
6. James Calado (ART) +27.216s
7. Simon Trummer (Rapax) +31.387s
8. Sam Bird (Russian Time) +37.958s
9. Stephane Richelmi (DAMS) +40.002s
10. Rio Haryanto (Addax) +43.991s
11. Tom Dillmann (Russian Time) +44.383s
12. Jolyon Palmer (Carlin) +51.408s
13. Rene Binder (Lazarus) +51.699s
14. Daniel Abt (ART) +56.342s
15. Jake Rosenzweig (Addax) +1:01.084s
16. Alexander Rossi (Caterham) +1:05.663s
17. Vittorio Ghirelli (Lazarus) +1:11.592s
18. Jon Lancaster (Hilmer) +1:12.378s
19. Ricardo Teixeira (Trident) +1:13.045s
20. Stefano Coletti (Rapax) +1 volta
21. Julian Leal (Racing Engineering) +1 volta

Abandonaram:

Dani Clos (MP) 24 voltas
Johnny Cecotto Jr (Arden) 19 voltas
Sergio Canamasas (Caterham) 1 volta
Daniel de Jong (MP) 0 voltas
Adrian Quaife-Hobbs (Hilmer) 0 voltas

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias GP2
Tipo de artigo Últimas notícias