Luca Filippi vence e brasileiros tem prova desastrosa na GP2

Luiz Razia e Felipe Nasr se envolvem em acidentes distintos com Fabio Leimer; Victor Guerin terminou em 23º

A prova deste sábado da GP2 não foi nada boa para os brasileiros. Após Razia e Nasr fazerem boa largada, ganhando várias posições, ambos abandonaram ainda no início da corrida após toques com Fabio Leimer.

No campeonato, melhor para o italiano Davide Valsecchi, que assume a liderança da GP2 correndo em casa. Terminando em sexto, abriu oito pontos para Razia na disputa pelo título, que agora é o vice-líder.

Sem sofrer durante a corrida, Luca Filippi, que retorna à categoria após um ano, se manteve em primeiro durante praticamente toda a etapa e venceu. Sua última corrida pela GP2 tinha sido na mesma Monza - onde também venceu a corrida de sábado, em 2011.

Corrida:

A primeira chicane da prova foi tranquila, sem toques. Mas a grande perda foi para Giedo van der Garde, que praticamente não largou de tão lento em virtude de problemas. Luiz Razia deu grande salto e pulou para sexto.

Nas primeiras voltas, Felipe Nasr, que já estava em 10º, fez uma ultrapassagem dupla da Parabólica e assumiu a oitava colocação.

Davide Valsecchi, companheiro de Nasr e concorrente ao título, era o quarto. Na volta 9, Razia e Leimer, que já tinham feito suas paradas para trocas de pneus, se tocaram na freada da segunda variante.

Razia levou a pior, rodou, e quando tentou retornar à pista, ficou com o carro preso em cima da zebra. Fim de prova para o brasileiro.

Com as confusões, Felipe Nasr aparecia na quinta colocação dos pilotos que já trocaram os pneus.

Só que na volta 13, em um repeteco do que aconteceu com Razia, Fabio Leimer se tocou com Nasr, fazendo o brasileiro rodar e decolar na zebra no mesmo lugar do primeiro acidente. O brasileiro também teve que abandonar a corrida.

Na volta 15, o brasileiro Victor Guerin, que andava na 18ª colocação, sofreu um drive penalty por exceder o limite de velocidade dentro do pit lane. O brasileiro retornou em último (23º).

No meio da prova, Leimer continuava escalando o pelotão e chegava em Davide Valsecchi. Mas volta 28, sentindo a pressão, Valsecchi errou a freada da chicane que Razia e Nasr abandonaram e passou reto, perdendo a posição.

E a corrida se manteve mais tranquila no final, com Filippi em primeiro, Ceccoto em segundo e Ericsson em terceiro. Amanhã os pilotos retornam à pista com Valsecchi largando em terceiro e Razia em penúltimo.

Classificação da corrida de sábado da GP2:
1º) Luca Filippi, (Coloni), 48m03s604
2º) Johnny Cecotto Jr, (Addax), a 4s028
3º) Marcus Ericsson, (iSport), a 5s377
4º) Max Chilton, (Carlin), a 7s631
5º) Fabio Leimer, (Racing Engineering), a 9s413
6º) Davide Valsecchi, (DAMS), a 16s057
7º) Jolyon Palmer, (iSport), a 17s600
8º) Stefano Coletti, (Rapax), a 18s532
9º) Esteban Gutierrez, (Lotus), a 19s293
10º) Julian Leal, (Trident), a 20s025
11º) Nigel Melker, (Ocean), a 20s464
12º) James Calado, (Lotus), a 26s027
13º) Stephane Richelmi, (Trident), a 27s890
14º) Sergio Canamasas, (Lazarus), a 31s193
15º) Nathanael Berthon, (Racing Engineering), a 31s910
16º) Simon Trummer, (Arden), a 35s375
17º) Rene Binder, (Lazarus), a 38s769
18º) Jake Rosenzweig, (Addax), a 40s226
19º) Rio Haryanto, (Carlin), a 42s638
20º) Ricardo Teixeira, (Rapax), a 43s152
21º) Fabio Onidi, (Coloni), a 44s769
22º) Rodolfo Gonzalez, (Caterham), a 56s350
23º) Victor Guerin, (Ocean), a 1min01s984

Abandonaram:
Felipe Nasr, (DAMS), na volta 13
Luiz Razia, (Arden), na volta 8
Giedo van der Garde, (Caterham), na volta 0

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias GP2
Tipo de artigo Últimas notícias