Com Briscoe machucado, Servià ganha nova chance na Panther

Australiano quebrou pulso em acidente na primeira corrida em Toronto e será substituído neste fim de semana em Mid-Ohio

Ainda sofrendo graças a um acidente com Justin Wilson na primeira corrida do fim e semana em Toronto no Canadá, o australiano Ryan Briscoe não participará da corrida em Mid-Ohio no próximo fim de semana. O piloto, que chegou a operar seu pulso, será substituído por Oriol Servià.

O espanhol e Ryan Briscoe se revezam no cockpit do carro de número 4 desde que JR Hildebrand foi demitido pela equipe Panther após bater logo no início das 500 milhas de Indianápolis, no fim de maio.

“Estou muito animado por estar de volta no carro da National Guard”, falou Oriol.

“Iowa foi a minha última corrida. Eu adoro ovais, mas estou realmente ansioso para voltar em um circuito misto. Mid-Ohio é uma pista muito técnica, mas teremos um dia de teste antes da corrida que vai ser uma grande ajuda para nós no ajuste fino do carro.”

“Especialmente para mim, para perder um pouco da ferrugem. Estou ansioso para ser competitivo neste fim de semana e não há nenhuma razão pela qual não devemos ser”.

Servià participou das quatro primeiras provas do ano pela Dreyer & Reinbold em união com a Panther. Com falta de recursos, a equipe fechou as portas. Desde então, Servià jé fez duas provas pela Panther. Uma no Texas, quando foi 19º, e outra em Iowa, onde foi sétimo.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias