Com erro de Power nos pits, Carpenter surpreende e vence no Texas; Kanaan é 6º

Australiano da Penske queima limite de velocidade nos pits na última parada e deixa caminho livre para Ed

Dono de equipe e piloto, Ed Carpenter venceu neste sábado à noite o GP do Texas da Indy. Fazendo corrida cerebral, o norte-americano passou o líder absoluto da corrida até então, Will Power, no penúltimo stint. O australiano da Penske tentou ir atrás, mas, na última parada tática, realizada sob bandeira verde, o piloto do carro #12 queimou o limite de velocidade e teve de cumprir um drive-through. Isso deixou o caminho livre para Ed.

Foi a segunda vitória do carro #20 nesta temporada, que venceu no circuito de Long Beach sob o comando do britânico Mike Conway, que não corre em ovais.

Tony Kanaan teve problemas em seu volante no meio da corrida. O brasileiro não conseguia ativar o limitador de velocidade, e teve de trocar a direção. Mesmo com o contratempo, o brasileiro da Chip Ganassi subiu para segundo após o drive-through de Power. Depois da última bandeira amarela, provocada por um estou de motor de Sato a seis voltas do fim, na qual Power resolveu parar, o brasileiro ficou para trás e chegou em sexto. O australiano, que era sexto depois do pit, chegou em segundo após grande recuperação com pneus novos.

Montoya foi ao pódio pela primeira vez desde sua volta à categoria, sendo o terceiro colocado com ritmo sólido durante toda a prova. Largando de 14º, Hélio Castroneves acabou tendo problemas de ritmo durante a prova, levou volta dos líderes e jamais esteve no primeiro grupo. O brasileiro finalizou em décimo.

Dixon e Pagenaud fecharam os cinco primeiros.

Na largada, Kanaan assumiu o segundo lugar de Newgarden. Power foi atacado pelo brasileiro, mas resistiu bem. A primeira bandeira amarela aconteceu logo na volta cinco, e foi causada por Marco Andretti, que teve seu motor estourado. Na relargada o Top 5 era Power, Kanaan, Newgarden, Carpenter e Dixon. Castroneves havia ganho três posições e era o 11º.

A prova ficou sem ação até a volta 53, quando Carpenter abriu a janela de pits. Castroneves e Kanaan pararam na volta seguinte, ao lado de Newgarden. Disparado piloto mais rápido da pista, Will Power entrou apenas na volta 57.

Na volta 61, após as paradas, o Top 5 era Power, que levava 5.1s para Kanaan, com Pagenaud, Carpenter e Dixon atrás. Kanaan chegou em Power no meio do segundo stint, mas com o desgaste prematuro dos pneus, foi ficando aos poucos depois de diminuir a diferença de oito segundos.

Sem bandeiras amarelas, Power e Kanaan entraram para o segundo pit na volta 101. Com estratégias diferentes, Carpenter e Dixon continuavam à frente, com Power em terceiro, e Pagenaud e Kanaan fechando o Top 5. Castroneves não conseguia imprimir bom ritmo, e era apenas o 12º.

A segunda bandeira amarela aconteceu logo em seguida. Bourdais espremeu Wilson por dentro na curva três e foi atingido pelo inglês. Os dois foram para o muro. Parando de novo, Kanaan teve de trocar o volante por não conseguir mais ativar o limitador. O brasileiro caiu de quarto para nono. Na relargada, o Top 5 era Power, Carpenter, Montoya, Dixon e Pagenaud. Castroneves era o décimo.

Após o abandono Hunter-Reay por problemas mecânicos, Kanaan se recuperou, indo para o quarto lugar. Hélio ainda era o décimo, com Power liderando. Depois de nova janela de pits, Power continuava na frente na volta 180, com Carpenter, Pagenaud, Kanaan e Dixon atrás. Hélio era o décimo. Quatro voltas depois, Carpenter passou Power na pista e foi para a liderança.

A 40 voltas do fim, Tony foi para os pits pela última vez. Seis voltas depois, Carpenter e Power foram aos pits. No entanto, o australiano queimou o limite de velocidade e foi obrigado a fazer um drive-through. Isso fez Kanaan subir para segundo, com Montoya, Pagenaud e Dixon no Top 5. Power era sexto.

A seis voltas do fim veio uma nova bandeira amarela, a terceira da noite, após Sato estourar o motor. Power resolveu parar e voltou rápido. Com duas voltas, o australiano passou Dixon, Pagenaud, Kanaan e Montoya, chegando em segundo.

A próxima corrda acontece em Houston nos dias 28 e 29 de junho, segunda rodada dupla do ano.

Confira o resultado da prova:

1. #20 Ed Carpenter (C) 248 voltas
2. #12 Will Power (C) + 0.5247s
3. #2 Juan Pablo Montoya (C) + 0.5771s
4. #9 Scott Dixon (C) + 1.1514s
5. #77 Simon Pagenaud (H) + 2.1510s
6. #10 Tony Kanaan (C) + 2.4464
7. #8 Ryan Briscoe (C) a 1 volta
8. #83 Charlie Kimball (C) a 1 volta
9. #7 Mikhail Aleshin (H) a 1 volta
10. #3 Helio Castroneves (C) a 1 volta
11. #67 Josef Newgarden (H) a 2 voltas
12. #15 Graham Rahal (H) a 2 voltas
13. #34 Carlos Munoz (H) a 3 voltas
14. #17 Sebastian Saavedra (C) a 4 voltas
15. #27 James Hinchcliffe (H) a 4 voltas
16. #98 Jack Hawksworth (H) a 4 voltas
17. #18 Carlos Huertas (H) a 4 voltas

Abandonaram
  
#14 Takuma Sato (H) a 10 voltas
#28 Ryan Hunter-Reay (H) a 112 voltas
#11 Sebastien Bourdais (C) a 130 voltas
#19 Justin Wilson (H) a 130 voltas
#25 Marco Andretti (H) a 245 voltas

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias