Hinchcliffe domina corrida em Iowa e vence terceira do ano

Em corrida de poucas emoções, Kanaan é 3º utilizando boa estratégia. Hélio é o 8º e perde vantagem para Hunter-Reay

Hinchcliffe venceu pela primeira vez em um oval

James Hinchcliffe foi soberano neste domingo em Iowa. Segundo no grid, o piloto canadense passou Will Power na largada e não foi incomodado durante toda a corrida. Hinch liderou 238 voltas das 250 e ganhou sua terceira corrida na carreira e no ano.

Ryan Hunter-Reay fez ótima corrida. O campeão largou de 12º e se recuperava no nono lugar até que bateu em Graham Rahal e perdeu um pedaço de sua asa dianteira. Ryan teve de ir aos boxes e voltou em 20º. O piloto conseguiu ótima reação passando concorrentes um a um e foi até o segundo lugar.

O brasileiro Tony Kanaan, apesar de problemas nos pits e um meio de prova pouco inspirado, fechou o pódio após uma bela ultrapassagem em Graham Rahal a cinco voltas do fim. Foi o quarto pódio seguido de Kanaan em Iowa. Castroneves não fez boa apresentação e não conseguiu melhor que um oitavo lugar. O brasileiro da Penske tem agora apenas nove pontos de vantagem para Hunter-Reay no campeonato.

Rahal foi o quinto após ser ultrapassado por Carpenter na penúltima volta. Ed foi o quarto. Bia Figueiredo era 17ª quando teve problemas e abandonou a corrida na volta 183.

Na largada, Hinchcliffe passou Power pelo primeiro lugar. Kanaan passou as primeiras voltas em quinto, Catroneves se manteve em 11º e Bia ganhou uma posição, indo para 22º. Na volta nove, Kanaan tomou o quarto lugar de Carpenter. O Top 5 era Hinchcliffe, Power, Andretti, Kanaan e Carpenter.

Na volta 22, Marco Andretti perdeu duas posições para Kanaan e Carpenter, indo para quinto, enquanto Castroneves passava Wilson pelo décimo lugar, uma posição atrás de Ryan Hunter-Reay.

Carpenter se utilizou do ritmo forte na volta 35 para assumir o segundo lugar. O Top 5 era Hinchcliffe, 4.5s à frente, seguido de Carpenter, Power, Kanaan e Andretti. Hélio ainda atacava Hunter-Reay pelo nono lugar e Bia já ocupava o 20º posto.

A primeira bandeira amarela da corrida veio na volta 40. Hunter-Reay tentava passar Rahal quando bateu em sua roda traseira, fazendo um pedaço de sua asa dianteira se desprender. Nas paradas, Kanaan caiu para nono após um problema no pneu dianteiro direito. Hinchcliffe manteve a ponta, com Power, Andretti, Carpenter e Servià atrás. Hunter-Reay caiu para 21º.

Na relargada Carpenter começou a pressionar Hinchcliffe. Na volta 90, Power perdeu rendimento após sair do traçado no fim da curva 2. O piloto caiu de quinto para décimo. O Top 5 era Hinchcliffe, Andretti, Rahal, Pagenaud e Carpenter, com Tony em sexto, Hélio em nono e Bia em 17º. Na volta 100, Hunter-Reay passava Power e já era décimo depois de relargar em 20º.

Sato abriu a segunda janela de pits na volta 116. Uma volta depois entraram Andretti, Pagenaud e Kanaan. Hinchcliffe entrou na 119 após ter liderado todas as voltas da prova.

Na volta 128 Hinchcliffe ainda liderava, com Rahal, Andretti, Pagenaud e Servià completando os cinco primeiros. Castroneves era o sétimo e Hunter-Reay já passava a ser o oitavo colocado, à frente de Kanaan, o nono.

Na volta 138, Tagliani errou na curva 1, bateu no muro e rodou, trazendo a segunda bandeira amarela do dia. 12 carros estavam na volta do líder, e Power, o pole position, era o 13º. O australiano tentou tática diferente na amarela, assim como Franchitti, que também reabasteceu. Kanaan, ainda na volta do líder, também parou. O Top 5 era Hinchcliffe, Andretti, Rahal, Pagenaud e Servià.

A relargada aconteceu na volta 149, mas a corrida foi parada novamente na volta 156 após destroços caírem na pista. Tagliani, que havia voltado à corrida lentamente, voltou para os pits e foi o primeiro a abandonar. Na nova relargada, Hunter-Reay foi para terceiro atrás de Rahal e Hinchcliffe. Hélio era sétimo e Kanaan nono.

Hunter-Reay passou Rahal pelo segundo lugar na volta 180. O Top 5 era Hinchcliffe, Hunter-Reay, Rahal, Pagenaud e Castroneves. Kanaan e Bia eram oitavo e 17ª. Uma volta depois, Bia foi a terceira a abandonar a prova (após Tagliani e Sato) com problemas no carro.

Andretti abriu a última janela de pits na volta 192. O piloto foi seguido nas voltas seguintes por Hunter-Reay, Hinchcliffe, Castroneves, Rahal e Pagenaud.

James Hinchcliffe voltou à liderança na volta 218. Atrás dele vinham Hunter-Reay, Rahal, Kanaan e Pagenaud. Castroneves era o nono.

Kanaan partiu para o ataque em cima de Rahal a 10 voltas do fim. Conseguiu a ultrapassagem a cinco voltas do fim apesar de quase se tocar com Graham. O filho do tricampeão da Indy ainda foi passado por Carpenter na penúltima volta, sendo o quinto. Hinchcliffe venceu 1.5s à frente de Hunter-Reay. Kanaan fechou o pódio.

Confira resultado final:

1. James Hinchcliffe (Andretti / Chevrolet) 250 voltas
2. Ryan Hunter-Reay (Andretti / Chevrolet) a 1.5009s
3. Tony Kanaan (KV Racing / Chevrolet) a 1.6891s
4. Ed Carpenter (Ed Carpenter / Chevrolet) a 2.7605s
5. Graham Rahal (RLL / Honda) a 3.0201s
6. Simon Pagenaud (Schmidt / Honda) a 6.6654s
7. Oriol Servià (Panther / Chevrolet) a 9.7006s
8. Helio Castroneves (Penske / Chevrolet) a 10.6855s
9. Marco Andretti (Andretti / Chevrolet) a 12.7133s
10. EJ Viso (Andretti-HVM / Chevrolet) a 17.6157s
11. Justin Wilson (Dale Coyne / Honda) a 1 volta
12. Charlie Kimball (Ganassi / Honda) a 1 volta
13. Tristan Vautier (Schmidt / Honda) a 2 voltas
14. Sebastien Bourdais Dragon Chevrolet) a 2 voltas
15. Josef Newgarden (SFHR / Honda) a 2 voltas
16. Scott Dixon (Ganassi / Honda) a 3 voltas
17. Will Power (Penske / Chevrolet) a 3 voltas
18. James Jakes (RLL / Honda) a 3 voltas
19. Sebastian Saavedra (Dragon / Chevrolet) a 3 voltas
20. Dario Franchitti (Ganassi / Honda) a 4 voltas
21. Simona de Silvestro (KV Racing / Chevrolet) a 7 voltas

Abandonaram

Ana Beatriz (Dale Coyne / Honda) - Mecânico
Takuma Sato (AJ Foyt / Honda) - Mecânico
Alex Tagliani (BHA / Honda) - Acidente

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias