Kimball vence pela 1ª vez e Helinho segura Dixon em Mid-Ohio

Com forte ritmo e boa estratégia, americano da Ganassi superou Simon Pagenaud após dura batalha pela ponta

Na base da estratégia e com um forte ritmo durante toda a prova, o americano Charlie Kimball foi o vencedor da etapa de Mid-Ohio, a 14ª da temporada 2013 da Indy. Foi a primeira vitória do piloto da Ganassi na Indy. Em segundo chegou Simon Pagenaud, que também fez uma excelente prova, se revezando na ponta com Kimball. Dario Franchitti completou o pódio, seguido por Will Power e Ryan Hunter-Reay.

Após largar na 14ª posição, Helio Castroneves acabou no lucro, chegando em sexto, uma posição à frente de seu principal adversário na luta pelo título, Scott Dixon, que havia largado em terceiro. Justin Wilson, Marco Andretti e James Hinchcliffe fecharam o Top 10. O outro brasileiro da prova, Tony Kanaan abandonou na 66ª volta, com problema em um dos pneus, após parar nos boxes.

Com o resultado, Helinho foi a 453 pontos, 31 a mais que Scott Dixon. A próxima etapa do campeonato está marcada para o dia 25 de agosto, em Sonoma.

O GP de Mid-Ohio foi disputado com tempo bom e pista seca e logo na largada, Ryan Hunter-Reay não teve dificuldade para manter a ponta, seguido por Will Power e Scott Dixon. Todos os sete primeiros colocados mantiveram as posições, mas Simona de Silvestro, que saiu em nono, apareceu na oitava colocação. Lá atrás, Helio perdeu posições e caiu para 16º, enquanto Tony Kanaan subiu para a 18ª posição.

Após largar em quarto, Marco Andretti, de pneus duros, sofria para segurar os adversários e passou a perder posições nas primeiras voltas. Na sétima passagem, ele já era o oitavo, após ser ultrapassado por Charlie Kimball, Dario Franchitti, Justin Wilson e Simona. Helinho já estava em 13º a essa altura e Tony era o 17º. O piloto da KV, aliás, foi um dos primeiros a parar, entrando nos boxes na 13ª volta. Três voltas depois Helinho e Marco Andretti pararam.

Os líderes começaram a ir para os boxes a partir da 20ª de 90 voltas. O primeiro foi Charlie Kimball, que estava na 4ª posição antes de parar. Mas Hunter-Reay, Power e Dixon só entraram nos boxes na volta e 31 e quem se deu bem foi Simon Pagenaud, que havia parado pouco antes e assumiu o terceiro lugar, logo à frente de Hunter-Reay. O líder passou a ser Charlie Kimball, seguido de Hinchcliffe, que havia sido o primeiro a parar, logo na 9ª volta.

Já com 34 voltas, Helinho era o 10º e Tony, o 15º. Mas os dois ganharam uma posição na 36ª volta, quando Hinchcliffe precisou fazer a segunda parada e voltou em 15º.  Logo em seguida, Helinho ultrapassou Marco Andretti, assumindo o oitavo lugar. Já o líder Kimball foi para os boxes na 40ª volta e voltou na segunda posição, atrás de Pagenaud, mas à frente de Hunter-Reay, que permanecia sempre junto de Power e Dixon. Já Helio, voltava a ser ultrapassado por Marco Andretti, após os dois pararem.

Após fazer sua segunda parada na 47ª volta, Pagenaud voltou seis segundos atrás de Kimball. Kimball, de pneus duros, mais lentos que os macios usados de Pagenaud. Dixon resolveu sair da cola de Power e Hunter-Reay e entrou nos boxes uma volta depois. Já Power e Hunter-Reay foram para os boxes na volta 61 e o piloto da Andretti teve problemas, perdendo muitos segundos e a posição para o australiano.

A 25 voltas do final, Tony Kanaan, que estava em 12º foi para sua última parada, mas precisou abandonar logo depois, por problemas com uma das rodas. Helinho foi para os boxes na volta seguinte e voltou na sétima posição, à frente de Scott Dixon, seu principal adversário na luta pelo título, que estava em 10º. O brasileiro, no entanto, era um dos únicos entre os 10 primeiros com pneus duros.

Kimball também parou e retornou 23 segundos atrás de Pagenaud. O francês precisava abrir mais alguns segundos para tentar voltar em primeiro após a última parada. Franchitti, Power e Hunter-Reay vinham a seguir e Helinho já era o sexto. Faltando 19 voltas para o final, Pagenaud foi para os boxes e conseguiu voltar na ponta, mas com Kimball na cola. Ajudado por EJ Viso, que era retardatário, o piloto da Ganassi conseguiu ultrapassar o francês e assumiu a ponta ,gastando seu último push-to-pass. Kimball logo abriu 3 segundos de vantagem, enquanto Helinho, em sexto, sofria para segurar Marco Andretti e Scott Dixon, de pneus macios.

Andretti não conseguiu superar Helinho e a seis voltas para o final foi ultrapassado por Dixon e Justin Wilson. Dixon então foi para cima do brasileiro, em uma briga que valia não só o sexto lugar da prova, mas pontos preciosos na luta pelo título. Mas, mesmo com pneus duros, Helinho conseguiu segurar a pressão de Dixon e fechou em sexto, enquanto Kimball recebia tranquilo na ponta, a bandeirada. 

Resultado do GP de Mid-Ohio:

1) Charlie Kimball, 90 voltas
2) Simon Pagenaud, a 5s533
3) Dario Franchitti, a 28s873
4) Will Power, a 42s503
5) Ryan Hunter-Reay, a 46s344
6) Helio Castroneves, a 48s324
7) Scott Dixon, a 48s549
8) Justin Wilson, a 49s043
9) Marco Andretti, a 49s560
10) James Hinchcliffe, a 49s928
11) Simona de Silvestro, a 50s492
12) Sebastien Bourdais, a 54s136
13) James Jakes, a 54s669
14) Oriol Servia, a 1min04s639
15) James Davison, a 1min05s407
16) Luca Filippi, a 1min09s009
17) EJ Viso, a 1 volta
18) Graham Rahal, a 1 volta
19) Sebastian Saavedra, a 1 volta
20) Ed Carpenter, a 1 volta
21) Tristan Vautier, a 1 volta
22) Takuma Sato, a 1 volta
23) Josef Newgarden, a 2 voltas
24) Tony Kanaan, a 26 voltas

Classificação do campeonato:

1) Helio, 453 pontos
2) Dixon, 422 pontos
3) Hunter, 388 pontos
4) Andretti, 377 pontos
5) Pagenaud, 350 pontos
6) Franchitti, 342 pontos
7) Hinchcliffe, 325 pontos
8) Kimball, 325 pontos
9) Wilson, 320 pontos
10) Kanaan, 313 pontos

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias