Na equipe do pai em 2013, Graham Rahal não descarta volta à Ganassi

Norte-americano, filho do tricampeão da CART, não vê motivo para não voltar um dia ao time de Chip Ganassi

Aos 24 anos e voltando à equipe do pai Bobby, por onde correu as 500 milhas de Indianápolis em 2010, Graham Rahal tentará voltar aos bons dias em 2013. O piloto tem apenas uma vitória na Indy, em sua segunda corrida na categoria, em São Petesburgo em 2008 pela equipe Newman-Haas. Desde lá, jamais conseguiu outro triunfo.

O americano chegou perto no ano passado, no Texas. Rahal liderava até que errou na saída da última curva e bateu de traseira a duas voltas do fim. O piloto não conseguiu imprimir o mesmo ritmo e perdeu a corrida para o inglês Justin Wilson.

“A Ganassi seria uma boa opção para o futuro da minha carreira. Quem sabe. Adoraria permanecer na Indy por ainda muitos anos, e talvez um dia volte.”, contou o piloto que correu nos dois últimos anos pela equipe, financiada pelo patrocínio Service Central.

“Mas não vou falar que foi um completo fracasso. Nós talvez apenas não tivemos todas as vitórias e sucessos que esperávamos. Aproveitei meu tempo lá. Realmente trabalhei com boas pessoas.”

“Seria legal ter uma segunda vitória na carreira, porque agora, até ter a chance de novo, nunca vou parar de ouvir as perguntas sobre aquela prova no Texas”, lembrou o piloto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias