No Top 6, brasileiros exaltam abertura em São Petersburgo

Hélio Castroneves e Tony Kanaan têm dia difícil na Florida, mas ficam felizes com o início da temporada de 2014

Largando em quinto, Hélio Castroneves demonstrou grande ritmo durante a corrida de São Petersburgo ontem, onde era segundo até a última relargada, foi ultrapassado por Ryan Hunter-Reay e foi para a terceira posição, onde terminou a corrida de ontem. Apesar de ter perdido uma possível dobradinha da equipe Penske, o piloto exaltou a atuação.

"Me diverti muito. Sabíamos exatamente o que nosso carro precisava após o warmup. É por isso que o warmup é ótimo para experimentar coisas novas que podem dar certo. Ao final do dia, eu sabia o que precisava fazer. Eu só dei o meu máximo.”

“Perto do final, meus pneus vermelhos usados foram um pouco difíceis de gerir, e o carro 28 conseguiu me passar. Ele tinha os pneus um pouco melhor que os meus também. Como eu continuei dando o máximo, os pneus acabaram. Mas enfim, foi bom, e um ótimo início de temporada."

Já Kanaan não foi muito veloz durante a prova, mas ainda assim conseguiu um importante sexto lugar após sair de segundo em sua estreia pela Chip Ganassi.

"Eu preciso agradecer à equipe realmente. Todo mundo estava muito próximo durante a corrida, obter posição de pista era tudo.”

“Acabamos sendo pegos em nossa volta de saída dos boxes e perdemos uma posição na pista também. O nº 28 quase nos colocou na parede, e depois, no geral, acho que perdemos talvez meio segundo”, finalizou Kanaan.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias