Power espera romper jejum em pista onde tem 100% de aproveitamento

Australiano venceu as três edições da corrida em São Paulo e desde então amarga longo período sem vitórias

Will Power é o bicho-papão em São Paulo. Em três anos da São Paulo Indy 300 o australiano venceu todas. Porém, o piloto da Penske não ganha há mais de um ano – sua última vitória foi justamente a corrida no Anhembi de 2012.

Apesar de ter começado mal o ano, Power acredita que o equilíbrio desta temporada irá ajuda-lo em sua recuperação, pois os pontos estão sendo distribuídos entre muitos adversários. “Você não pode escolher um rival. São 25 pilotos que podem vencer em todos os fins de semana. Está incrivelmente competitivo, muito duro.”

Em relação aos anos anteriores, a edição da corrida paulistana apresenta uma mudança na curva 1, o que segundo Helio Castroneves fará com que a volta seja de um a dois segundos mais rápida. Power concorda com o companheiro. “Abriram a primeira curva, será muito mais rápida e, provavelmente, teremos mais ação.”

Como o grande vencedor da prova, o australiano relata os segredos para se vencer no Anhembi.  “É estar na frente, longe dos problemas. Boa estratégia, velocidade e boas relargadas.”

Companheiros de Penske, Power e Helinho, atual líder do campeonato, são bons amigos, apesar de anos competindo juntos nos Estados Unidos. “Temos uma boa relação. Helio está muito rápido este ano, liderando campeonato. Ele é tranquilo, tem um bom coração e é fácil se relacionar com ele. Um bom amigo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias