Rahal se interessa em Barrichello; Ganassi já esboça contato

Depois de demonstrar intenção de deixar a KV ao final do ano, brasileiro passa a ser cotado por rivais na Indy

Após as recentes declarações de Rubens Barrichello que indicam uma possível saída da KV Racing ao final desta temporada da F-Indy, três equipes demonstraram interesse em contar com os serviços do brasileiro para a temporada 2013: Rahal/Letterman/Lanigan Racing, Chip Ganassi e Sam Schmidt Motorsports.

Ao TotalRace, Rubens comentou que está “considerando todas as opções. Meu ano para as pessoas de fora da categoria é ruim. Para quem é de dentro, eles sabem das dificuldades de ser novato e irmos para uma classificação com um pneu diferente. Estou falando com a KV e com outras equipes. Esse ano estou na KV pelo meu irmão Tony [Kanaan]. Mas não significa que sempre estarei. O clima está ótimo, estou feliz. Mas o fundamental é ter um ambiente competitivo".

A intenção do brasileiro em, ao menos, olhar as opções no mercado, despertou o interesse de rivais. "Ele [Rubens Barrichello] é um bom piloto e gosto de sua personalidade. Acho que poderia ser até um líder dentro da equipe. Colocaremos ele em nosso radar", comentou Bobby Rahal, o chefe da Rahal Letterman, ao Speed norte-americano.

Já Mike Hull, diretor da Ganassi, comentou que teve um encontro com o brasileiro na prova passada e se disse aberto a negociações: "Encontrei Rubens pela primeira vez no último fim de semana em Mid-Ohio, e se ele estiver disponível, poderemos conversar melhor, seria ótimo para nós. Mas neste momento não tivemos qualquer discussão mais séria", afirmou.

Outro time que mostrou interesse em ter Barrichello na próxima temporada foi a Sam Schmidt, daquele que vem sendo o rookie do ano, Simon Pagenaud.

Todos esses times têm algo em comum: o motor Honda, com o qual Barrichello correu na F-1 durante três temporadas, de 2006 a 2008.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias