Roger Penske afirma ainda ter confiança em Will Power

Chefe acredita que australiano tem potencial para ser campeão da Indy e tem paciência com azar do piloto

Will Power está na quinta temporada na Penske

Mesmo marcando a pole position para o GP de São Petesburgo no último fim de semana, a temporada não começou bem para o australiano Will Power. O piloto da Penske ocupava a terceira colocação, quando, antes de uma relargada, foi acertado por JR Hildebrand, o que danificou parte da carenagem traseira de seu carro.

O piloto teve de ir aos boxes reparar os danos e voltou à pista para classificar seu carro ainda em 16º. Os últimos anos não têm sido fáceis para o piloto, que chegou em segundo nos três últimos anos.

“É um grande desapontamento para ele e para nós não termos conseguido ganhar ainda”, disse Penske.

“Nas corridas em circuitos mistos ele é o piloto a ser batido. Ele andou bem no Texas, então ele também anda bem [em ovais]”, contou o dirigente se referindo à única vitória em ovais do australiano, na segunda prova em Fort Worth em 2011, quando o grid foi sorteado.

“Nós só precisamos ter um carro em que ele se sinta bem o suficiente dirigindo de forma dura. Estamos focados nisso, falamos muito sobre isso neste ano, fizemos algumas mudanças no time e talvez isso dê certo. Mas ele vale o investimento, com certeza.”

“Não podemos botar pressão nele para fazê-lo vencer. Não acho que isso funcione em corrida. O que temos de fazer é entender a tecnologia e prestar atenção no que podemos fazer para ajudá-lo melhor.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias