“É só quando a luz vermelha apaga que sairemos”, diz Lorenzo

Após fiasco em Austin, bicampeão da MotoGP espera que Yamaha esteja melhor em Termas: “Sempre penso positivo”

O 16º no mundial de pilotos não é uma posição comum para Jorge Lorenzo, que em 2014 tem seu pior início na MotoGP desde que estreou, em 2008. O piloto da Yamaha de número #99 disse que procurou passar um tempo treinando desconectado do mundo das corridas para descansar e pensar nos erros das primeiras corridas.

“Tivemos dias de treinos e férias. A última corrida em Austin não foi boa. A verdade é que não estamos sendo competitivos. Mas foram apenas duas corridas, vamos ver se na terceira corrida podemos ser os mais rápidos”, falou o piloto ao TotalRace em Termas de Río Hondo nesta quinta-feira.

“Sempre penso positivo. Acho que aqui poderemos ser melhores. Em princípio estamos confiantes em resolver este problema, e não sabemos o que pode ser o futuro.”

Querendo manter a confiança, Lorenzo disse que seu foco não é o campeonato neste final de semana. “Não estamos pensando em campeonato. Estamos pensando em ir rápido neste maravilhoso circuito.”

O piloto também falou sobre a queima de largada no Texas. “Esta foi uma falha que espero só cometer uma vez na vida. Temos que estar mais atentos a essas coisas e agora temos que prestar atenção, que é só quando apaga a luz vermelha que saímos”, respondeu com um sorriso no rosto.

“A volta aqui vai ser bem curta e será muito rápida, apesar de ser uma pista muito larga, mais larga que Montmeló. Temos uma curva em primeira marcha que é a penúltima e a depois da reta, onde chegamos muito rápido. Mas depois vamos muito rápido, terceira e quarta marcha, não baixaremos disso.”

Questionado pelo TotalRace sobre o que espera do asfalto argentino, Jorge foi realista e acha que deverá ter grande trabalho pela frente. “Não sabemos, porque quando os pilotos vierem testar aqui, Bradl, Crutchlow e etc, encontraram a pista muito difícil e sem uso. Tinha muita areia da construção do circuito. Mas agora ele limparam e alisaram a pista, mas é possível que o asfalto seja muito abrasivo e gastemos muito os pneus. Mas antes do primeiro treinamento de amanhã, não podemos dizer com certeza.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias