Fornecedora oficial, Bridgestone anuncia saída da MotoGP após 2015

Japoneses são fornecedores únicos da categoria máxima desde 2009; Dorna abre concurso para sucessão

Depois de completar sete anos como fornecedora única de pneus da MotoGP, em 2015, a Bridgestone vai abandonar a categoria no fim da temporada. A Dorna abriu hoje oficialmente concurso para escolher uma nova fornecedora de pneus de 2016 em diante.

De 1º de maio até o dia 22 deste mês, a Dorna espera receber inscrições de outras fabricantes para fornecer pneus na MotoGP nos próximos anos.

“Os fabricantes de pneus interessados podem solicitar as especificações técnicas ao Diretor da Dorna, Javier Alonso”, disse a MotoGP em comunicado oficial.“A Dorna Sports SL agradece à Bridgestone pelos anos de grande colaboração e sucesso no campeonato.”

A Bridgestone é fornecedora oficial de pneus da MotoGP desde 2009. Os japoneses entraram na categoria em 2002, sendo os primeiros a fornecer a seus times pneus de classificação conseguindo até mesmo fechar a primeira fila do GP da Austrália apenas com motos dois tempos em um momento em que os equipamentos quatro tempo já dominavam a categoria.

Foi no Brasil que a fabricante encontrou seus grandes sucessos. Primeiro em 2003, quando foi ao pódio com Makoto Tamada em terceiro lugar. Uma ano depois, na última corrida disputada em Jacarepaguá, a fábrica registrou sua primeira pole com o norte-americano Kenny Roberts Jr e venceu sua primeira corrida novamente com Makoto Tamada.

O primeiro título veio apenas em 2007 com Casey Stoner, após 11 vitórias da Ducati durante aquela temporada, além de uma com a Suzuki do australiano Chris Vermeulen.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias