Rossi: "diferença de 12 pontos sobre Lorenzo não é nada"

Piloto italiano líder do campeonato minimizou vantagem sobre seu companheiro de equipe

Valentino Rossi e Jorge Lorenzo estão separados por 12 pontos, com seis corridas ainda para acontecer no mundial da MotoGP de 2015. Com 150 pontos à mesa, o piloto italiano falou sobre a atual vantagem que possui:

"Depois de 12 corridas, são apenas 12 pontos de diferença e isso não é nada."

A maior diferença entre os dois este ano foi de 20 pontos, após as quatro primeiras etapas. O número foi diminuindo, até o empate após a etapa de Brno. Em Silverstone, a vantagem de Rossi voltou a crescer.

"Acredito que de corrida em corrida nossa situação se torne cada vez mais difícil. Temos que nos concentrar mais na busca pelo título do que vencer corridas."

Dupla da Yamaha preparada para Misano

O circuito Marco Simoncelli de Misano tem sido apontado como o local em que haverá grande batalha entre os dois primeiros colocados no campeonato, já que desde que o local voltou a fazer parte do calendário da MotoGP em 2007, são três vitórias para cada um.

"As três vezes que ganhei em San Marino, sempre tive que lutar contra Lorenzo e quando ele ganhou, eu estava logo atrás."

"Temos estilos diferentes. Normalmente quando ele está forte, ele impõe bom ritmo a partir da primeira curva e fica difícil chegar."

"Espero conseguir proporcionar boas batalhas", disse Lorenzo. "Valentino é muito rápido aqui, além de ser sua casa, mas é uma das minhas pistas favoritas e estou muito motivado."

"Uma boa luta até o fim poderá acontecer e estou preparado para isso."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de San Marino
Pista Misano
Pilotos Valentino Rossi , Jorge Lorenzo
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias