Cacá Bueno: “Nunca é tão tranquilo quanto parece”

Vencedor de ponta a ponta da prova de Londrina explica como foi a administração da prova que foi fácil vista de fora

Mesmo liderando todos os treinos do fim de semana e vencendo a corrida de Londrina de ponta a ponta sem sofrer ameaças de ninguém, Cacá Bueno revelou na coletiva de imprensa acompanhada pela equipe do TotalRace em Londrina, Paraná, quinta etapa do campeonato da Stock Car, que a prova não foi tão fácil assim.

“Nunca é tão tranquilo quanto parece”, falou o carioca da Red Bull. “Tinha um carro excelente, mas me preocupou um pouco que perdi tempo no Q1 para o Q2 na classificação de ontem, e poder perder ritmo de corrida, mas deu tudo certo. Larguei bem, mantive minha posição, fui um pouco conservador na aerodinâmica, e com isso o carro saía um pouco mais de frente nas primeiras voltas, mas deu certo, pois o carro ficou com um ritmo bom. Meu objetivo era ficar mais de um segundo do Burti para ficar livre do botão de ultrapassagem. Mas no fim foi mais administração mesmo: era acelerar com cuidado, poupar os pneus e diminuir o ritmo. Hoje, o funcionamento de tudo foi nota 1 milhão", disse o Cacá Bueno, que com a vitória de hoje chega a histórica marca de 50 conquistas na carreira em corridas nacionais – 29 delas na Stock Car.

Já Luciano Burti, após um início de no ruim, espera manter esse bom ritmo até o final do campeonato para ir galgando posições na tabela geral de classificação.

“O grande segredo da Stock é ter uma regularidade. As equipes de ponta, quando tem um fim de semana ruim, chegam entre os 10", disse Burti. "Vamos tentar manter essa constância. Nossas quatro primeiras corridas foram muito ruins, e, nesse intervalo que tivemos, a equipe achou coisas que não estavam certas, e o resultado vimos na pista. Espero que isso nos renda frutos até o fim do ano", finalizou o segundo colocado Luciano Burti.

Terceiro, mas ainda líder, Daniel Serra gostou de sua atuação em Londrina, apesar de achar que poderia render um pouco mais. Agora Serrinha está com 87 pontos contra 86 de seu companheiro de equipe – e vice-líder – Cacá Bueno.

“Estou contente com o resultado final. Ainda saio líder, mas esperava um pouquinho mais. Meu carro no meio da prova começou a ficar muito dianteiro, enquanto a tendência aqui é começar a faltar tração. Quando consegui chegar no Thiago (Camilo), como sabia que eu tinha um 'push' (to-pass) a mais, era só fazer ele gastar para fazer a ultrapassagem depois. Foi bom pelo pódio, pela liderança, mas poderia ser um pouquinho melhor”, falou Serrinha.

A próxima etapa da Stock Car é dia 15 de julho no autódromo de Jacarepaguá, Rio de Janeiro.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias