Cacá exalta conquista de Fraga: “pupilo aprendeu direitinho”

Vice-líder do campeonato por 35 pontos tenta vitória após erro de Felipe na última volta e lamenta não ter pushes

Apesar de ter sorte com um erro de Marcos Gomes na corrida 2, Cacá Bueno sai de Campo Grande com quatro pontos de deficit para o rival na disputa do título. Sua desvantagem foi de 31 para 35 após Marquinhos vencer a primeira prova. O piloto da Red Bull poderia ter vencido a segunda prova, mas foi derrotado pelo companheiro de Gomes, Felipe Fraga.

Fraga tinha mais pushes que Cacá, e nem um erro do piloto de 20 anos na última volta fez o carioca ganhar a prova. Felipe tinha um push e passou Bueno com sua velocidade extra para vencer sua primeira prova desde Goiânia no ano passado.

Questionado pelo Motorsport.com, Cacá se mostrou feliz com o duelo apesar de ter perdido. “Já tínhamos tido um mano a mano em Santa Cruz do Sul no ano passado valendo quinto e sexto lugares.”

“O Fraga fez um grande começo de prova. Me alcançou e não se precipitou. Dei duas ou três vezes o lado de dentro, na sujeira, para ver se ele errava a freada. E ele não errava. Também dei duas ou três vezes o lado de fora para ele para ver se ele se atrevia e escapava, e ele não foi.”

“Quando ele me passou e abriu pensei: 'aprendeu direitinho o pupilo'. E depois ele errou, e pensei: 'não, não aprendeu direitinho'”, riu.

“Mas ele tinha três botões de ultrapassagem a mais (errata: na verdade era um só) e retomou na última volta a vitória. Depois da primeira corrida, fico feliz com o segundo lugar. Poderia até cair mais.”

Para ele os últimos momentos da primeira prova decidiram sua derrota no final. “Precisaria de oito pushes para ganhar a segunda corrida. Infelizmente meu carro começou a sair muito de frente no final. O Zonta se aproximava, então gastei dois pushes a mais para fugir dele.”

“E aí dei outro azar na última volta, porque o Daniel Serra errou e embolou o grupo. O Zonta se aproximou de novo, e se ele desse um push na última reta eu chegaria em 11º e isso arruinaria tudo. Usei um push e até tirei o pé para não passar o Júlio Campos e largar na pole. Isso me fez ter apenas cinco para a segunda bateria.”

Com 35 pontos atrás de Gomes, Cacá lamentou novamente a punição que lhe fez perder a corrida de Curitiba. “Abri de alguns rivais, mas para o líder a diferença continua a mesma. Aquela diferença criada lá em Curitiba, quando não corri. Não seria o líder, mas estaria mais próximo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Evento Campo Grande
Sub-evento Domingo
Pista Autódromo Internacional Orlando Moura - Campo Grande
Pilotos Caca Bueno
Tipo de artigo Últimas notícias