"Carro perfeito", disse Allam Khodair após vencer em Salvador na Stock

Piloto da Vogel conquista sua segunda vitória seguida e sobe na tabela de classificação; Cacá Bueno, quinto, continua líder

Em um clima de sol entre nuvens, Allam Khodair consegue sua segunda vitória seguida na Stock Car ao vencer o GP Bahia, prova realizada no circuito de rua de Salvador. O pole position Duda Pamplona foi o segundo seguido por Luciano Burti, fechando o pódio.

Um dos nomes da prova foi Ricardo Maurício. Após fazer uma largada ruim, fez várias ultrapasagens, inclusive no líder Cacá Bueno, e terminou em quarto. Cacá Bueno, com sérios problemas nos pneus, foi o quinto. Daniel Serra, que começou a prova como vice-líder, abandonou.

Corrida

O GP da Bahia já  começou muito acelerada. Allam Khodair, que largou de terceiro, ultrapassou Cacá Bueno logo na largada e, ainda na primeira volta, usando o botão de ultrapassagem, tomou a ponta de Duda Pamplona. Na parte de trás, Popó Bueno foi tocado e ficou atravessado na pista.

No pelotão intermediário, Ricardinho Maurício, que na largada havia perdido duas posições, usou o "push-to-pass" para ultrapassar Ricardo Sperafico e ocupar a sexta colocação. Na frente, Cacá Bueno perdia um pouco de terreno para Duda Pamplona e ficava mais para Luciano Burti na briga pela terceira colocação.

Na volta 12, o vice-líder do campeonato Daniel Serra abandonou por superaquecimento em seu carro. O piloto da Red Bull relatou que tomou muitos toques, o que afetou a parte de resfriamento de seu carro. Com pouco botões de acionamento de potência nos carros, e com a pista muito travada, a corrida ficava, de certo modo, mais morna.

Na volta 15, freada do 'S', Luciano Burti usou o botão de ultrapassagem, colocou por dentro de Cacá Bueno e efetuou a ultrapassagem. Neste momento, via rádio, o líder do campeonato Cacá Bueno relatava problemas via rádio: "estou sem pneus". Logo após a ultrapassagem, Burti já colava em Duda Pamplona brigando pela segunda colocação.

Na 23ª passagem, Diego Nunes forçou muito para cima de Valdeno Brito e provocou uma rodada do paraibano. Tentando retornar à pista, o piloto da Shell Racing deu um "cavalo de pau", mas ficou preso na alta zebra do circuito soteropolitano. Parado em uma posição perigosa, o carro de segurança entrou faltando apenas 8 minutos para o fim da prova.

No mesmo momento de pista, Ricardo Mauricio ganhava mais posiçõe ultrapassando Átila Abreu, conquistando assim a quinta colocação.

A relargada foi dada na volta 26 e, com um botão de ultrapassagem a mais e com os pneus gastos de Cacá Bueno, Ricardo Maurício conquistou mais uma ultrapassagem e já aparecia em quarto na corrida.

Com dois minutos para o fim, Denis Navarro bateu muito forte e abandonou a corrida, provocando mais um 'safety car'. Sem tempo hábil para limpar a pista, a prova foi encerrada com bandeira amarela.

A temporada voltará a ser movimentada dia 16 de setembro, no regresso do autódromo de Cascavel ao calendário da Stock Car. O circuito do oeste paranaense foi quase totalmente reformado, depois de passar quase duas décadas em estado de abandono. 

O resultado do GP da Bahia:

1  - Allam Khodair  - Vogel Motorsport  - Chevrolet  - 31 voltas em 42min12s942
2  - Duda Pamplona  - Officer ProGP  - Chevrolet  - a 4s390
3  - Luciano Burti  - Itaipava Racing Team  - Peugeot  - a 4s873
4  - Ricardo Maurício  - Eurofarma RC  - Chevrolet  - a 5s646
5  - Cacá Bueno  - Red Bull Racing  - Chevrolet  - a 7s435
6  - Átila Abreu  - Mobil Super Pioneer Racing  - Chevrolet  - a 8s172
7  - Thiago Camilo  - RCM Motorsport  - Chevrolet  - a 10s250
8  - Ricardo Sperafico  - Prati-Donaduzzi Racing  - Peugeot  - a 11s048
9  - Max Wilson  - Eurofarma RC  - Chevrolet  - a 11s554
10  - Xandinho Negrão  - Medley Full Time  - Peugeot  - a 12s292
11  - Felipe Maluhy  - Medley Full Time  - Peugeot  - a 13s517
12  - Tuka Rocha  - BMC Racing  - Chevrolet  - a 14s145
13  - Galid Osman  - BMC Racing  - Chevrolet  - a 14s750
14  - Ricardo Zonta  - Linea Sucralose  - Chevrolet  - a 14s993
15  - Julio Campos  - Carlos Alves Comp.  - Peugeot  - a 15s675
16  - Pedro Boesel  - Comprafacil Nascar JF  - Peugeot  - a 17s063
17  - Lico Kaesemodel  - RCM Motorsport  - Chevrolet  - a 18s109
18  - Rodrigo Sperafico  - Prati-Donaduzzi Racing  - Peugeot  - a 25s209
19  - Popó Bueno  - Linea Sucralose  - Chevrolet  - a 26s671
20  - Diego Freitas  - Bassani Racing  - Peugeot  - a 28s789
21  - Bruno Junqueira  - Bassani Racing  - Peugeot  - a 29s668
22  - Patrick Gonçalves  - Carlos Alves Comp.  - Peugeot  - a 33s464
23  - Denis Navarro  - Vogel Motorsport  - Chevrolet  - a 3 voltas

Não completaram:

Giuliano Losacco
Valdeno Brito
Nonô Figueiredo
Eduardo Leite
Antonio Pizzonia
Daniel Serra
David Muffato
Vitor Meira
Diego Nunes

Campeonato:

1  - Cacá Bueno  - 115
2  - Ricardo Maurício  - 110
3  - Daniel Serra  - 95
4  - Thiago Camilo  - 86
5  - Max Wilson  - 79
6  - Átila Abreu  - 75
7  - Julio Campos  - 73
8  - Luciano Burti  e Valdeno Brito  - 72
10  - Nonô Figueiredo  - 69
11  - Allam Khodair  - 64
12  - Marcos Gomes  - 56
13  - Denis Navarro  - 51
14  - Lico Kaesemodel  - 45
15  - Antônio Pizzonia  - 42
16  - Galid Osman  - 41
17  - Duda Pamplona  - 38
18  - David Muffato e Diego Nunes  - 34
20  - Ricardo Sperafico e Ricardo Zonta  - 33
22  - Xandinho Negrão  - 31
23  - Rodrigo Sperafico  - 25
24  - Pedro Boesel  - 23
25  - Felipe Maluhy  - 19
26  - Popó Bueno  - 18
27  - Vitor Meira  - 16
28  - Tuka Rocha  - 14
29  - Eduardo Leite  - 10
30  - Alceu Feldmann  - 9
31  - Giuliano Losacco  - 7
32 - Diego Freitas  - 1

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias