Ex-vice da Stock, Daniel Serra tenta minimizar problema na largada

Piloto da Red Bull entrou colado no líder Cacá Bueno na etapa de Salvador, mas viu a diferença crescer para o companheiro

Desolado

Ele já foi líder, vice-líder e agora fica estagnado na terceira colocação do campeonato da Stock Car. Mesmo assim, Daniel Serra não perde as esperanças de lutar pelo título, mesmo estando 20 pontos atrás do líder e companheiro de equipe Cacá Bueno.

"O prejuízo foi grande. Chegamos quatro pontos atrás do líder e saímos a 20, mas isso é coisa de corrida. Ainda tempos cinco etapas para o fim do campeonato. A sorte é para todo mundo", revelou o filho do ex-piloto de Fórmula 1 Chico Serra ao TotalRace.

Serrinha não completou a corrida de Salvador no último fim de semana por problemas mecânicos. O piloto da Red Bull relatou que levou alguns toques na largada que prejudicaram seu radiador.

"Tomei uma batida muito grande do Júlio Campos e isso me fez bater no carro da frente, o que acabou destruindo toda a minha frente: capô, caixa de ar, radiador... depois o carro entrou em modo de segurança e eu tive que parar", revelou Serrinha.

Procurado pela equipe do TotalRace em Salvador, Júlio Campos isentou-se de culpa: "Tomei algum toque na largada e acabei encostando no carro da frente (Daniel Serra), e que esse tocou no da frente... foi um congestionamento, acontece", comentou o piloto da Carlos Alves Competições, que foi punido ao fim da corrida com um acréscimo de 20s.

Cacá Bueno lidera com 115 pontos, cinco a mais do que Ricardo Maurício. Daniel Serra é o terceiro com 95 e Thiago Camilo o quarto com 86. A próxima etapa da Stock Car será em Cascavel/PR dia 16 de setembro.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias