Marcos Gomes vence em Cascavel; Ricardo Maurício é o novo líder

Daniel Serra sofreu forte acidente na reta dos boxes, mas não se feriu e terminou em 5º. Cacá Bueno foi o 11º

Marcos Gomes venceu em Cascavel

Após surpreender no treino com a pole position, o piloto da Carlos Alves, Marcos Gomes mostrou que estava realmente forte na chuva e dominou completamente a 6º etapa da Stock Car, em Cascavel. Gomes venceu praticamente de ponta a ponta, só perdendo a liderança enquanto esteve nos boxes e conquistou sua primeira vitória no ano.

“A chuva veio a nosso favor. Desde ontem, eu sabia que a gente estava muito competitivo na chuva e, graças a Deus, tudo deu certo”, disse Marcos ao SporTV ao final da prova.

A corrida disputada neste domingo prometia muitas disputas, já que a pista estava molhada e os carros teoricamente mais rápidos largavam na parte de trás do grid. Realmente houve muitas alterações, mas só no meio do pelotão. Além de Marcos Gomes, Ricardo Sperafico, que largou em segundo, manteve sua posição até o fim e Julio Campos e Diego Nunes inverteram suas colocações. Julio largou em quarto e chegou em terceiro, com o oposto ocorrendo com Nunes.

A corrida foi marcada por um forte acidente com Daniel Serra na última volta, que ocasionou uma bandeira vermelha. O piloto não sofreu ferimentos e ainda terminou em quinto, já que foram consideradas as posições da volta anterior. Com isso, Serrinha ficou em segundo no campeonato, com 110 pontos, enquanto Ricardo Maurício pulou pra ponta, com 111. Cacá Bueno, que chegou na 11ª posição, após largar em 23º, tem 107. Rubens Barrichello, que largou em 25º, chegou na 13ª colocação.

Com a pista molhada, embora a chuva já estivesse parando, a largada foi feita com safety car. Os candidatos ao título estavam na parte de trás do grid, por terem treinado debaixo de chuva e assim que a bandeira verde foi acionada, Marcos Gomes manteve a ponta, seguido por Ricardo Sperafico e Diego Nunes. Daniel Serra, Ricardo Maurício, Cacá Bueno, os três primeiros na tabela, já tratavam de escalar o pelotão, colecionando ultrapassagens.

Marcos Gomes aproveitava para abrir vantagem e na décima volta tinha quase três segundo de vantagem para Ricardo Sperafico. A essa altura Cacá Bueno, que havia largado em 23º, estava na 16º posição, disputando curva a curva com Thiago Camilo, Allam Khodair e Alceu Feldmann. Rubens Barrichello, ocupava a 23º posição, após largar em 25º. A pistava secava, mas a chuva ameaçava voltar a cair em Cascavel.

Faltando 17 minutos para o final da corrida Felipe Lapenna bateu e o safety car entrou na pista. Daniel Serra já estava na sexta colocação, após sair em 12º e Cacá Bueno era o 11º. O carro de segurança ficou quatro minutos na pista e assim que a bandeira verde foi acionada, as brigas recomeçaram.

Os três primeiros mantiveram as posições e logo após foram para os boxes para fazer o reabastecimento. Daniel Serra também foi, assim como Cacá Bueno, que foi tocado por David Muffato, já dentro do pit. Julio Campos e Valdeno Brito também se tocaram.

Faltando 6 minutos para o fim, vários carros se envolveram em acidentes simultâneos, entre eles Nonô Figueiredo e Lico Kaesemodel e Luciano Burti. E o safety car voltou à pista. A bandeira verde foi acionada a dois minutos do final e Daniel Serra bateu sozinho na reta dos boxes, ocasionando o fim da prova. O piloto da Red Bull bateu forte no muro, mas não sofreu nada. Bom para Marcos Gomes, que venceu praticamente de ponta a ponta. Como foram considerados os resultados da volta anterior, Daniel Serra terminou em 5º, mesmo com o acidente.

Agora, pilotos e equipes só voltam à pista daqui a 40 dias, com o GP de Ribeirão Preto, que está marcado para 11 de agosto.

Classificação da prova:

1 - Marcos Gomes - Carlos Alves Comp. - Peugeot - 30 voltas em 38min06s203
2 - Julio Campos - Prati-Mico's Racing - Peugeot - a 0s742
3 - Ricardo Sperafico - Officer ProGP - Chevrolet - a 0.945
4 - Diego Nunes - RC3 Bassani - Peugeot - a 1s541
5 - Daniel Serra - Red Bull Racing - Chevrolet - a 1s933
6 - Ricardo Mauricio - Eurofarma RC - Chevrolet - a 2s369
7 - David Muffato - Carlos Alves Comp. - Peugeot - a 2s517
8 - Sergio Jimenez - Voxx Racing Team - Peugeot - a 2s753
9 - Thiago Camilo - Ipiranga-RCM - Chevrolet - a 2s875
10 - Valdeno Brito - Shell Racing - Peugeot - a 3s022
11 - Cacá Bueno - Red Bull Racing - Chevrolet - a 3s801
12 - Fábio Fogaça - Vogel Motorsport - Chevrolet - a 4s222
13 - Allam Khodair - Vogel Motorsport - Chevrolet - a 5s396
14 - Rubens Barrichello - Medley/Full Time Competições - Chevrolet - a 5s516
15 - Ricardo Zonta - BMC Racing - Chevrolet - a 5s726
16 - Luciano Burti - Boettger Competições - Peugeot - a 6s485
17 - Tuka Rocha - BMC Racing - Chevrolet - a 7s010
18 - Popó Bueno - Shell Racing - Peugeot - a 7s297
19 - Galid Osman - Ipiranga-RCM - Chevrolet - a 7s474
20 - Max Wilson - Eurofarma RC - Chevrolet - a 7s933
21 - Rafa Matos - Hot Car Competições - Chevrolet - a 8s487
22 - Victor Genz - Gramacho Competições - Peugeot - a 8s488
23 - Rodrigo Sperafico - Prati-Mico's Racing - Peugeot - a 9s680
24 - Duda Pamplona - Officer ProGP - Chevrolet - a 11s181
25 - Wellington Justino - Hot Car Competições - Chevrolet - a 12s932
26 - Alceu Feldmann - Full Time Competições - Chevrolet - a 1 volta
27 - Beto Cavaleiro - Hanier Racing - Peugeot - a 1 volta
28 - Nonô Figueiredo - Mobil Super Pioneer Racing - Chevrolet - a 4 voltas
29 - Lico Kaesemodel - Boettger Competções - Peugeot - a 4 voltas

30 - Átila Abreu - Mobil Super Pioneer Racing - Chevrolet - a 10 voltas
31 - Felipe Lapenna - Hanier Racing - Peugeot - a 14 voltas
32 - Rodrigo Pimenta - Gramacho Competições - Peugeot - a 18 voltas

Campeonato, após a etapa de Cascavel:

1) Ricardo Maurício, 111 pontos
2) Daniel Serra, 110
3) Cacá Bueno, 107
4) Thiago Camilo, 88
5) Max Wilson, 64
6) Valdeno Brito, 62
7) Ricardo Zonta, 51
8) Tuka Rocha, 51
9) Rubens Barrichello, 48
10) Marcos Gomes, 46

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias