Temporada de recordes e Rubinho favorito a título: Stock Car se despede de 2014

Barrichello desembarca em Curitiba como líder; Átila Abreu e Thiago Camilo surgem como candidatos mais fortes para desbancá-lo

Barrichello favorito ao título da Stock Car
Quebra de recordes e emoção até o final. A temporada da Stock Car será encerrada na manhã deste domingo, em Curitiba, com a expectativa se consagrar um dos grandes anos da categoria. Nada mais do que oito pilotos desembarcam na capital paranaense com chances de conquistar a taça, e o favorito é um velho conhecido do público nacional acostumado à Fórmula 1.
 
Piloto da Full Time, Rubens Barrichello chega como líder na etapa derradeira da competição. Para se sagrar campeão neste domingo, Rubinho precisa de apenas um quarto lugar na prova decisiva, que valerá pontuação dobrada, assim como ocorrido na Fórmula 1 há um semana.
 
Entretanto, nesta temporada, a questão do favoritismo jamais fez diferença. Somente em 2014, sete pilotos venceram pela primeira vez uma corrida e 14 se revezaram no pódio durante o campeonato. Números que comprovam o equilíbrio da temporada.
 
“Há um pessoal que chegou há poucos anos e hoje já está muito mais adaptado. A consequência natural é que os resultados também apareçam”, opinou Julio Campos, um dos oito postulantes ao título – precisa vencer, torcer para Barrichello chegar no máximo em quinto e que o vice-líder Átila Abreu complete a prova somente em 13º.
 
Enquanto sete pilotos fazem contas, Rubinho pensa apenas em um objetivo para se consagrar em Curitiba: vencer. Caso seja campeão, Barrichello quebrará uma sequência de 23 anos sem títulos – a última taça veio em 1991, quando conquistou a Fórmula 3 inglesa.
 
“Lógico que você tem que ter uma noção das contas para não precisar chamar o engenheiro no rádio para perguntar "e aí, como é que tá?". Mas se ficar nesse ritmo de conta você perde a concentração no que veio fazer aqui. E todo mundo veio para ganhar corrida”, discursou Barrichello ao site ‘Globoesporte.com’. 
 
“No meio da prova a gente começa a fazer as contas. Até lá, tem que ser como um fim de semana normal e mandar ver, tentar ganhar a corrida. Estou tranquilo, buscando a maior pontuação possível para sair daqui como campeão”, completou o piloto veterano.
 
Rubinho soma 198 pontos, o vice-líder da temporada é Átila Abreu (183,5). Thiago Camilo, o terceiro (174,5), também surge com força na briga. Julio Campos (167,5) é o quarto, seguido por Antonio Pizzonia (158,5), Sergio Jimenez (158) e Cacá Bueno (157). Allam Khoadair, com 153, corre por fora na disputa pela taça da Stock Car.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias