Thiago Camilo vence a Corrida do Milhão em Interlagos

Piloto da Ipiranga-RCM foi veloz do começo ao fim, além de contar com eficiência de equipe no pit stop. Daniel Serra e Max Wilson completam o pódio

Thiago Camilo, líder da Stock Car, levou a Corrida do Milhão

Thiago Camilo é o mais novo milionário da Stock Car. Não bastasse a liderança do campeonato, o piloto da equipe Ipiranga-RCM levou a melhor na Corrida do Milhão, em Interlagos. O paulista largou em sétimo e precisou acelerar muito, além de um ótimo trabalho de pit stop, para levar a melhor. Daniel Serra foi o segundo e Nonô Figueiredo em terceiro. Max Wilson, que largou em trigésimo, foi o quarto e Átila Abreu fechou em quinto.

Logo na largada, Daniel Serra ultrapassou Marcos Gomes, enquanto que o companheiro, Cacá Bueno, pulou de quinto para terceiro lugar. Allam Khodair era o quarto, com Thiago Camilo logo atrás.

Ricardo Maurício, vencedor da Corrida do Milhão no ano passado, foi o piloto que mais cresceu no começo da corrida.  Após largar em 11º, era o sétimo na quarta volta.

Serra construía uma vantagem acima de um segundo para Gomes e a briga pela terceira colocação esquentava, com disputas de Cacá, Khodair e Camilo. Na nona volta, Kodhair, que já tinha tentado duas voltas antes a manobra, ultrapassou Cacá na entrada do S. No giro seguinte foi a vez de Camilo deixar Cacá para trás. As disputas entre o trio deixaram a dupla de ponteiros com folga de quase seis segundos após 11 voltas.

Na volta 12 a folga de Serra e Gomes para os rivais foi para o espaço, porque o carro de segurança foi à pista em função do abandono de Giuliano Losacco, que parou o carro 9 na primeira perna do S. Na pausa a ordem dos dez primeiros era de Serra, Gomes, Khodair, Camilo, Cacá, Maurício, Popó Bueno, Luciano Burti, Átila Abreu, que ganhara cinco posições e Nonô Figueiredo.

Na relargada Cacá Bueno atacou Thiago Camilo e levou a melhor, recuperando a quarta posição. Na volta 16, Serra abriu a janela de paradas entre os primeiros. Gomes, Khodair e Popó pararam na volta seguinte. Cacá e Camilo foram aos boxes na volta 18.

Entre os que pararam, Marcos Gomes voltou à frente, seguido por Camilo, Serra, Popó e Khodair. Cacá teve problemas na parada e ficou distante da vitória. Quem se deu bem, foi Ricardo Sperafico e Jacques Villeneuve, que pararam na terceira volta e com o safety car lucraram, ainda que se soubesse que “pagariam a conta depois”.

A patir da volta 21, começou uma linda batalha pela liderança real da prova. Gomes, Camilo, Khodair, Serra, Popó e Nonô se alternavam na ponta com muitas ultrapassagens e toques.

Na volta 25, Camilo deu o pulo do gato, assumiu a ponta e abriu 1 segundo para os rivais. Volta após volta, o líder da temporada abria vantagem e a 10 voltas do fim tinha 6s7 para o segundo colocado. Enquanto isso, o pelotão que vinha atrás contava com Serra, Gomes, Popó, Nonô, Max Wilson, que largara em 30º, Khodair, Julio Campos e Átila Abreu.

Após ultrapassar Marcos Gomes, Daniel Serra conseguiu abrir vantagem. O piloto da Medley Full Time era o mais lento e por isso segurava o pelotão todo. Na volta 32, Nonô e Max deixaram Gomes para trás e Khodair rodou após toque com Popó Bueno. Na frente, Thiago Camilo mantinha a diferença em 6s8 para Serra.

Nas últimas voltas, Camilo só teve de administrar para vencer pela primeira vez a Corrida do Milhão. Serra e Wilson fecharam o pódio. Nonô, Átila, Xandinho Negrão, Popó, Ricardo Mauricio, Julio Campos e Pizzonia completaram os dez primeiros.

Confira o resultado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Stock Car Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias