F-Truck ataca Interlagos após troca de corrida por festival

Categoria acusa SPTuris de ceder data à Time for Fun - que também é proprietária da Vicar - para Electric Daisy Carnival

A Fórmula Truck não terá mais a etapa de Interlagos fechando o campeonato de 2015. A categoria alegou que a SPTuris, responsável pela administração do autódromo de Interlagos, deu preferência a eventos ligados à Time For Fun (T4F), em detrimento da categoria dos caminhões e ao "automobilismo nacional".

O calendário previa a realização da corrida no dia 6 de dezembro, data que a Truck alega que foi confirmada no fim de 2014. De acordo com os responsáveis pelo campeonato, no início do ano a SPTuris retirou a preferência, informando que o período estava previamente reservado ao Brasileiro de Marcas. A Truck ainda propôs que os eventos fossem realizados em conjunto. Em seguida, porém, o evento ligado à Vicar foi transferido de data, se juntando à Stock Car uma semana depois.

A indignação da Truck aumentou ainda mais quando a data reservada pela Vicar seria utilizada para o Electric Daisy Carnival, festival de música eletrônica produzido pela T4F, que é proprietária da Vicar, organizadora da Stock Car e do Brasileiro de Marcas.

"Sequer nos foi apresentada qualquer justificativa plausível para tal definição e postura. Pelo contrário, notam-se situações totalmente adversas ao automobilismo nacional, em uma praça pública, onde os custos para reforma e manutenção são enormes, e a nosso ver, para somente uma categoria, a toda poderosa Fórmula 1, e agora para festivais de música eletrônica."

"Assim, afasta-se uma categoria automobilística, que depende somente de um autódromo para realizar suas atividades, em prol de um festival de música eletrônica, que tem inúmeros lugares melhores e mais apropriados para sua realização", disse Neusa Navarro, presidente da Fórmula Truck."

Procurada pelo Motorsport.com, a SPTuris afirmou em comunicado que segue a hierarquia de entidades para o agendamento de eventos, começando com a FIA, FIM, CBA, Confederação Brasileira de Motociclismo, Federação de Automobilismo de São Paulo e Federação Paulista de Motociclismo.

O órgão informa que recebeu o pedido de agendamento da T4F para duas datas após o GP Brasil de Fórmula 1 e que coincidia com uma data solicitada da Fórmula Truck. Para decidir sobre a preferência de eventos, a SPTuris informou que consultou a CBA sobre o caso e que a entidade teria escolhido a Vicar. Ainda segundo o órgão ligado à prefeitura de São Paulo, a Truck não recebeu a confirmação da data e também foram oferecidas outras à direção da categoria, mas que não foram da preferência de sua direção.

Segundo Waldner Bernardo, presidente da Comissão Nacional de Velocidade da CBA,  não é a Confederação que cuida das datas dos eventos em Interlagos, mas sim a SPTuris:

"A CBA não tem conhecimento de nenhum acordo entre Vicar e SPTuris para que ocorra a exclusão da Truck. Eu pessoalmente tentei costurar um acordo entre a Truck e a Vicar, para que as categorias corressem juntas nesta data, já que ambas tem um patrocínio em comum. Reiteramos que não é a CBA que cuida das datas e dos contratos de locação de Interlagos e sim a SPTuris."

O Motorsport.com também procurou a Vicar, mas a empresa declarou que não falaria a respeito.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula Truck
Tipo de artigo Últimas notícias