Giallombardo apresenta melhora significativa, diz médico

Em coma induzido desde seu acidente, no dia 13 de agosto, piloto argentino já tenta se comunicar

O piloto argentino Mauro Giallombardo, que no último dia 13 agosto sofreu um acidente de carro na estrada a 60 quilômetros da cidade de San Carlos de Bariloche, na Argentina, e desde então era mantido em coma induzido, já apresenta melhora significativa em seu quadro.

Nesta quarta-feira, Néstor, o pai do piloto, e o Dr. Pablo Pratesi, Chefe da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Austral, deram uma entrevista coletiva e deu detalhes sobre o estado de saúde do piloto.

"Estamos muito otimistas de que o despertar vai ser muito favorável. Ele entende e quer se comunicar, o prognóstico é muito bom com a parte neurológica, ele se move espontaneamente, o que é uma boa indicação", declarou o médico à imprensa argentina. "É um processo lento e, a cada dia dá um passo em direção à melhora. Abre seus olhos, reconhece e responde a ordens simples", completou.

"Ainda não tem autonomia para se sentar na cama. Quando ele estiver em melhor estado de consciência, a ideia é sentá-lo, pará-lo e depois começar a andar".

"É um paciente que está muito estável, o risco de morte está cada vez mais afastado. Tem uma sequela neurológica de um grave traumatismo craniano. O que encontramos no cérebro é que está em muito bom estado", concluiu o médico.

"Eu sei que Mauro é uma pessoa reconhecida no automobilismo, mas isso transcendeu. Eu fui chamado e recebi todo o apoio a muitas pessoas que não têm nada a ver com o esporte. Nunca seremos capazes de terminar de agradecer as cadeias de oração e mensagens", disse o pai do piloto que entre 2014 e 2015 disputou provas da Stock Car.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Argentina-TC
Pilotos Mauro Giallombardo
Tipo de artigo Últimas notícias