Confira como é guiar simulador de 18 milhões da Fiat

compartilhar
comentários
Confira como é guiar simulador de 18 milhões da Fiat
27 de nov de 2017 19:51

Em parceria com Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, montadora revoluciona indústria automotiva com simulador ultrarrealista

Na busca de facilitar o trabalho e gastar menos em testes no futuro, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) inovou. Investindo mais de 18 milhões de reais, em parceria com a PUC Minas, ela inaugurou o SIMCenter, primeiro Centro de Simulação de Dinâmica Veicular da América Latina.

Localizado no Campus da PUC, o centro oferece o que há de mais avançado na tecnologia de simulação. O objetivo é gerar inovações e pesquisas com foco na segurança.

O ambiente é colaborativo, com a montadora e a PUC dividindo o uso do SIMCenter, financiado com dinheiro oriundo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Além da montadora, alunos dos cursos de Engenharia, Arquitetura, Medicina, Psicologia e Ambientes Virtuais têm acesso à novidade.

 

Plataforma
Plataforma

Foto: Leo Lara

O sistema é o primeiro da FCA no mundo. Ele é composto por uma plataforma que realiza todos os movimentos de um veículo real através de nove atuadores. O cockpit (extraído de um carro real e diferindo dependendo dos testes) é equipado com sistema de áudio que reproduz sons do motor e reações dos pneus e da suspensão no piso.

Por meio das simulações, é possível definir as características técnicas e funcionais de cada componente de um veículo, como os amortecedores, molas, pneus, direção, freios e barras estabilizadoras. Uma vez definidas nas simulações, essas características tornam-se especificações técnicas para a construção de peças físicas que irão compor o veículo. O índice de assertividade é altíssimo.

 

Sala de controle
Sala de controle

Foto: Leo Lara

No SIMCenter, também é possível avaliar diferentes geometrias da suspensão em tempo real sem ter que ir a uma pista de teste.

“Não precisamos mais esperar a construção de um protótipo para testá-lo”, explica Gustavo Costa, supervisor de Análise Virtual de Engenharia Chassis da FCA.

“Temos condições de identificar imediatamente qual é o impacto daquela alteração no desempenho e na segurança do veículo, a fim de projetar a melhor sensação de dirigir.”

Experiência no simulador

 

Interior Jeep Renegade
Interior Jeep Renegade

Foto: Leo Lara

O Motorsport.com teve a oportunidade de experimentar o simulador da Fiat. De cara, a estrutura impressiona. Uma grande sala escura com o chassi de um carro (na ocasião, um Jeep Renegade) à frente de uma tela imersiva de 230° dão a real impressão para quem dirige de estar em uma realidade paralela.

A pista na qual tivemos a oportunidade de testar o carro foi o autódromo de Hockenheim, na Alemanha. Todas as zebras e imperfeições da pista estão bem representadas frente à estrutura, peso e dimensões do carro testado.

A movimentação dos nove atuadores sob a plataforma gera uma força centrífuga perto na real. A barreira deste simulador, assim como os utilizados por equipes de Fórmula 1 (alvo de pesquisas da Fiat antes do lançamento do SIMCenter), é de fato a força G ter um limite de simulação.

No entanto, além de pistas, também é possível simular um ambiente urbano, com pedestres e outros veículos. A montadora promete que irá digitalizar em breve ruas de cidades reais no Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro (incluindo buracos e imperfeições do asfalto) para, além de melhorar seus carros, ajudar na segurança no trânsito. A tecnologia e as ações fazem a iniciativa da FCA ser de fato um marco na indústria automotiva brasileira.

 

Simulador Fiat
Simulador Fiat

Foto: Leo Lara

Próxima Automotivo matéria
GALERIA: Veja todos os ângulos do novo McLaren Senna

Previous article

GALERIA: Veja todos os ângulos do novo McLaren Senna

Next article

Honda Civic reestilizado estreia em 2019

Honda Civic reestilizado estreia em 2019

Sobre esta matéria

Categoria Automotivo
Tipo de matéria Últimas notícias