Ferrari confirma que fará esportivo elétrico para superar Tesla

Estreia deve acontecer somente na próxima década

Uma Ferrari sem motor a combustão já existia, na fora do totalmente elétrico 308 GTS que ilustra o post, mas ele não foi feito em Maranello. Se você acha interessante a ideia de comprar um modelo elétrico da Ferrari (e tem grana para isso), está com sorte pois o chefe da Fiat-Chrysler, Sergio Marchionne, anunciou que há planos para criar uma Ferrari EV. Ele ainda disse que "será o primeiro [superesportivo elétrico]". Só esqueceu que a Mercedes fez o SLS AMG Electric Drive, lançado em 2013...

Em entrevista ao Bloomberg, Marchionne chegou a mencionar a Tesla, afirmando que, apesar da empresa de Elon Musk ter feito algo impressionante, ele acredita que "é viável para nós". Mas primeiro seguirão o planejamento estratégico que será apresentado neste semestre, começando com modelos híbridos, pois "partir deles para um elétrico é mais fácil", explica Marchionne.

A Ferrari com certeza sabe algumas coisas sobre eletrificação, considerando que o seu carro mais potente já feito, a LaFerrari, é um supercarro híbrido com um poderoso V12 combinado a um motor elétrico. Um total de 710 unidades usam essa configuração, 500 deles na versão cupê, e mais 210 como o conversível Aperta. Também existe a extrema FXX K Evo, mas que não pode ser usada nas ruas.

Ainda não sabemos quando este elétrico será lançado, o mais provável é que teremos que esperar pela próxima década para conhecê-lo. Enquanto isso, o primeiro SUV da Ferrari é previsto para estrear entre o final de 2019 e início de 2020. A revelação da janela de lançamento foi feita por Marchionne na mesma entrevista e ele já promete que o futuro crossover será "o SUV mais rápido do mercado". Te cuida, Lamborghini Urus.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Automotivo
Tipo de artigo Últimas notícias