Barreda garante estágio e Sunderland aumenta vantagem

Espanhol mostra força, após punição que praticamente o tirou da briga pelo título das motos no Dakar

Joan Barreda, que lideou o Dakar 2017 no início, mas foi punido em uma hora por reabastecimento ilegal, foi o melhor durante todo o oitavo estágio na competição de motos desta terça-feira (10) de Uyuni a Salta.

O espanhol liderou a parte boliviana do especial - que estava planejado para ter 492 km, mas devido ao mau tempo, foi encurtado em 73 km - e não deu chances quando chegou ao território argentino, confirmando o triunfo.

Joan Pedrero esteve próximo a Barreda perto da fronteira, mas perdeu tempo na parte argentina da etapa e ficou para trás.

A dupla da KTM, Matthias Walkner e Sam Sunderland completou os três primeiros, com Walkner chegando a 3min51s de Barreda e esteve a apenas três segundos à frente de Sunderland.

Com a segunda vitória no Dakar, a 16ª da carreira, Barreda continua em nono, mais de 1h10min do líder na classificação geral.

Sunderland ganhou tempo sobre seus principais perseguidores. O britânico foi melhor que Pablo Quintanilla e Adrien van Beveren, da Yamaha.

Quintanilla e van Beveren permanecem segundo e terceiro no geral, com diferenças entre 21 e 29 minutos, respectivamente.

Confira a classificação 

Pos.PilotoMotoTempo/Dif
1  Sam Sunderland KTM 22h01m08s
2  Pablo Quintanilla Husqvarna +20m58s
3  Adrian van Beveren Yamaha +28m49s
4

 Matthias Walkner

KTM +34m14s
5  Gerard Farres KTM +34m24s
6  Xavier de Soultrait Yamaha +50m10s
7  Pela Renet Husqvarna +1h08m09s
8  Paulo Goncalves Honda +1h08m34s
9  Joan Barreda Honda +1h10m53s
10  Joaquim Rodrigues Hero  

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Dakar
Evento Dakar 2017
Pilotos Joan Barreda , Sam Sunderland
Tipo de artigo Relato de estágio