Conheça as mulheres do Rally Dakar 2018

compartilhar
comentários
Conheça as mulheres do Rally Dakar 2018
Sergio Lillo
Por: Sergio Lillo
Traduzido por: Daniel Betting
2 de jan de 2018 17:50

Um total de 13 mulheres vão largar em Lima (Peru) em 6 de janeiro, rumo ao sonho e buscando se destacar no rali mais difícil do planeta

A presença feminina no Dakar nunca foi abundante, mas após uma tendência negativa desde 2015, a 40ª edição apresenta uma recuperação nas inscrições femininas, com um total de 13 mulheres que lutarão entre as dunas, o calor e as chuvas.

Em 2015, foram 11 as inscritas na corrida mais difícil do mundo, para cair para dez participantes um ano mais tarde e alcançar o pico mais baixo nos últimos anos em 2017, com apenas nove mulheres entre os 491 competidores.

Neste 2018, há 13, entre pilotos e navegadores, presentes nos 341 veículos inscritos (142 em motocicletas, 50 em quadriciclos, 92 carros, 13 SxS e 44 caminhões). Assim, dos 545 participantes, 2.39% são mulheres.

Na categoria motos, diante das três guerreiras que participaram há um ano, quatro largarão. Laia Sanz continua a ser o ponto de referência para todas elas, após o seu nono lugar em 2015 e depois de completar sete edições do Dakar em que participou (16º em 2017). A catalã também conseguiu o melhor resultado feminino em uma prova do Campeonato Mundial FIM Cross Country ao ser terceira colocada na caótica terceira etapa do Rali OiLibya do Marrocos.

Rosa Romero, com a HIMOINSA, vai disputar seu sétimo Dakar depois de terminar as últimas três edições, e será acompanhada pela checa Gabriela Novotna (estreante) e pela holandesa Mirjam Pol (terceiro Dakar após sua estreia em 2006 e pela vitória na categoria feminina em 2009), ambos com Husqvarna.

Nos carros, Cristina Gutiérrez (segundo Dakar), que busca lutar pela categoria T1S depois de fazer história em 2017, a argentina Alicia Reina (quinto Dakar) e a apresentadora de TV peruana Fernanda Kanno (estreante) ficarão ao volante. Serão acompanhadas pelas navegadoras Maria del Huerto (terceiro Dakar) e Eugenie Decré. Elas representam 2,59% dos inscritos nos carros.

"Eu acredito que é uma barreira que todos estamos tentando quebrar, que há cada vez mais mulheres e que não é exótico ter mulheres no Dakar", diz Marc Coma, diretor esportivo do Dakar, para a EFE.

"Logicamente, teremos competidores de um nível muito alto, mas é hora de aumentar a quantidade. Acho que seria uma boa noticia ter tantas mulheres quanto possível nos próximos anos. Esta seria a prioridade, sem renunciar logicamente à qualidade".

A experiente italiana Camelia Liparoti, este ano, muda seu quadriciclo habitual, com a qual disputou nove Dakar, terminando 13º na categoria em 2017, por um SxS da Yamaha com Manuel Lucchese.

Assim, a boliviana Suany Martinez, que estreou em 2017 com abandono no estágio 2, será a única mulher com experiência anterior no quadriciclo com Can-Am. Junto a ela estreará Olga Rouckova, de 33 anos, que competiu no Rally Merzouga em 2017 e que disputou o Campeonato Europeu da FIM por três temporadas.

Nos caminhões, estará a estreante italiana Raffaele Cabini, acompanhando seu pai e Giulio Verzeletti no cockpit do Mercedes Unimog.

Somente nas edições de 1995, 2003 e 2004, não havia mulheres na competição. O Dakar é solidão e desafio para todos. A dureza do deserto e do continente sul-americano não distingue os sexos.

Galeria
Lista

Laia Sanz, KH-7 Rally Team

Laia Sanz, KH-7 Rally Team
1/13

Foto de: KH-7 Rally Team

#50 Mirjam Pol

#50 Mirjam Pol
2/13

Rosa Romero, Himoinsa Racing Team KTM

Rosa Romero, Himoinsa Racing Team KTM
3/13

Foto de: Himoinsa

#90 Gabriela Novotna

#90 Gabriela Novotna
4/13

#277 Olga Rouckova

#277 Olga Rouckova
5/13

#286 Can-Am: Suany Martinez

#286 Can-Am: Suany Martinez
6/13

Foto de: A.S.O.

#259 Yamaha: Camelia Liparoti

#259 Yamaha: Camelia Liparoti
7/13

Foto de: A.S.O.

Eugenie Decré

Eugenie Decré
8/13

#360 Mitsubishi: Cristina Gutiérrez

#360 Mitsubishi: Cristina Gutiérrez
9/13

Foto de: Fotop

Alicia Reina

Alicia Reina
10/13

#392 Fernanda Kanno

#392 Fernanda Kanno
11/13

María del Huerto

María del Huerto
12/13

#533 Raffaella Cabini

#533 Raffaella Cabini
13/13
Próxima Dakar matéria
Loeb: É agora ou nunca para ganhar o Rally Dakar

Previous article

Loeb: É agora ou nunca para ganhar o Rally Dakar

Next article

Peugeot deixará seus pilotos competirem entre si no Dakar

Peugeot deixará seus pilotos competirem entre si no Dakar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Dakar
Pilotos Rosa Romero , Camelia Liparoti , Laia Sanz , Cristina Gutiérrez , Suany Martinez
Autor Sergio Lillo
Tipo de matéria Conteúdo especial