Despres sacrifica sexto lugar no geral para ajudar Loeb

Pentacampeã parou a 2km de final de etapa para prestar socorro a companheiro de equipe

Cyril Despres resgatou seu companheiro de equipe na Peugeot, Sébastien Loeb, no final da etapa de quinta-feira do Rally Dakar, sacrificando uma posição para rebocar a lenda do Mundial de Rali.

O espírito de equipe foi evidente durante a etapa 11, quando Despres sacrificou seu sexto lugar geral, ficando atrás de Nani Roma, para ajudar Loeb.

O pentacampeão de motos no Dakar terminou em sétimo o dia, 2m19s atrás de Roma, depois de parar para ajudar Loeb, que tinha parado a 2km da chegada.

"A dois quilômetros da final, vimos o Sebastien com uma corda em sua mão. Ele pediu ajuda e fizemos isso", disse ao Motorsport.com.

"Foi um dia difícil, faltava ritmo e a cinco quilômetros do final tivemos problemas".

"Eu não quero pensar sobre isso (a perda de uma posição). Eu vim só para fazer o melhor que posso. Eu não quero colocar qualquer pressão (sobre mim)."

"Faz parte do jogo"

Apesar de seus problemas final, Loeb ainda terminou em segundo lugar no dia, atrás de Nasser Al-Attiyah.

"Foi um bom dia, mas tivemos problemas com o motor e a transmissão no carro", disse ele ao Motorsport.com.

"No final, ele trabalhou bem e nós terminamos em segundo lugar, um bom resultado, especialmente depois de uma fase difícil. Tivemos de parar algumas vezes, mas é parte do jogo".

"Tivemos problemas no final e pedimos ajuda de Cyril, caso contrário, teria sido difícil no fim."

Entrevistado por Luis Ramirez

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Dakar
Evento Dakar
Pilotos Sébastien Loeb , Cyril Despres
Equipes Peugeot Sport
Tipo de artigo Entrevista