Ex-técnico do Chelsea abandona Dakar

André Villas-Boas concluiu sua participação no rali após dores nas costas e não conseguindo completar a quarta etapa

André Villas-Boas não conseguiu completar um dos estágios mais exigentes do Dakar, constituído por 330 quilômetros cronometrados, com cânions, estradas rochosas e até 100 quilômetros consecutivos de dunas.

O português, que tinha como co-piloto o seu compatriota Ruben Faria, o segundo colocado no Dakar em 2013 nas motos, ficou no quilômetro 165 e foi levado para o acampamento com dores nas costas, localizado no município peruano de San Juan de Marcona, ponto de saída e da chegada do estágio.

Villas-Boas repetiu a atitude de seu tio, Pedro Villas-Boas, que participou das edições de 1982 e 1984.

Antes de começar o rali, o técnico de futebol que já teve passagens por Chelsea, Porto e Zenit, disse que seu plano é retornar ao futebol em junho.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Dakar
Pilotos Andre Villas-Boas
Equipes Toyota Racing
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags 2018, andré villas-boas, chelsea, dakar, rally