Lima já respira atmosfera do Dakar

compartilhar
comentários
Lima já respira atmosfera do Dakar
Sergio Lillo
Por: Sergio Lillo
Traduzido por: Daniel Betting
4 de jan de 2018 20:53

Após cinco anos fora, Peru retorna para a 40ª edição do rali mais duro do mundo e se prepara para a largada, marcada para o próximo sábado

#50 Mirjam Pol
#392 Fernanda Kanno
#533 Raffaella Cabini
Overview of the harbor at Lima
#277 Olga Rouckova
#528 Man Epsilon: Jordi Juvanteny, Javier Tamayo, Jose Luis Criado
Johnny Aubert, Jonathan Barragán, Cristian España, GasGas Rally Team

Se respira Dakar em Lima. Seu povo sorri quando fala sobre o rali e os comerciantes abraçam com entusiasmo o retorno da prova às terras Incas após cinco anos de ausência. Não há ninguém na capital peruana que não sabe que nestes dias o Dakar tem como ponto operacional a Base Militar de Las Palmas.

O governo peruano abriu ao público, desde 3 de janeiro, a chamada Aldeia Dakar. A feira está localizada no quartel da Marinha, conhecido como Pentagonito.

No local foi montada uma loja inspirada na arqueologia de Pachacamac, onde é possível experimentar o pisco, o licor nacional, entre outras iguarias locais e desfrutar de danças regionais coloridas para seus vistosos trajes.

"Estamos muito felizes, isso nos convém a todos", diz Juan, recepcionista em um hotel de Lima. "Não há mais ninguém que não saiba que nestes dias o Dakar está aqui. As pessoas estão felizes", acrescenta Segundo, um motorista de táxi que evita o tráfego complicado que a chegada do rali provocou.

Até o próximo sábado, 6 de janeiro, quando começa a corrida com uma etapa de 272 km de estrada até Pisco, mas com apenas 31 de percurso cronometrado, os veículos inscritos poderão ser vistos no Parque Fechado do Pentagonito.

A feira gastronômica Peru Mucho Gusto promete oferecer delícias locais aos visitantes e mudará nos dias 10 e 11 para Puno, antes do Dakar ir para Bolívia depois de passar por San Juan de Marcona e Arequipa.

As verificações começaram no dia 3 de janeiro na Base Militar de Las Palmas, com os 545 participantes da 40ª edição passando por controles médicos, administrativos, federais e técnicos.

A organização do Dakar está trabalhando com os Ministérios da Cultura, Meio Ambiente, Educação, Interior e Defesa para coordenar todo o percurso da corrida. Espera-se que a prova deixe cerca de 292 milhões de euros no Peru e outros 32 milhões de euros sejam gastos em investimentos públicos.

Próxima Dakar matéria
Conheça os brasileiros que estarão no Dakar 2018

Previous article

Conheça os brasileiros que estarão no Dakar 2018

Next article

Cureca e Forfete: Entenda o idioma falado nos ralis

Cureca e Forfete: Entenda o idioma falado nos ralis
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Dakar
Evento Dakar
Autor Sergio Lillo
Tipo de matéria Últimas notícias