Mau tempo desafia parte boliviana do Dakar

Previsão de chuva para os próximos dias na Bolívia ameaça realização do maior rali do mundo

A chuva vem. As nuvens escuras cobriram La Paz no dia de descanso, nesta sexta-feira e as previsões são unânimes: choverá nos próximos três dias. Mas a organização do Dakar parece não estar preocupada.

"Planejamos as especiais sabendo o contexto que encontraríamos na Bolívia. Nunca é fácil e acredito e espero que nos afetem da menor maneira possível", disse Marc Coma ao Motorsport.com no bivouac de La Paz.

"Na quinta-feira, tivemos uma primeira complicação (cortaram 118 quilômetros cronometrados das motocicletas e quads). Tivemos que aproveitar o resto do dia para reestruturar tudo, mas não temos nenhuma mudança de planos no momento."

Na quinta-feira, precisamente, a organização desviou os participantes que entraram no final da tarde no segundo estágio especial (194 km) do lago Titicaca devido à neve que estava caindo e à lama em que o curso se tornou.

Para o sábado, a primeira parte da maratona que se afastará de La Paz em direção a Uyuni depois de passar por Oruro, se espera chuvas leves durante a manhã e uma tempestade de raios durante o dia na área de Oruro, onde há um ano o Dakar teve que cancelar um estágio e evacuar o bivouac. Os pilotos chegarão a 3.900 metros de altitude.

Para domingo, na segunda parte da Maratona, os pilotos estarão acima de 3.800 metros e chegarão a 4.800. Nesse dia, tempestades são esperadas em Uyuni e chuvas intensas e tempestades em Tupiza, onde o bivouac será instalado.

E para segunda-feira, com o estágio que começa em Tupiza e atinge Salta, 755 km depois, a situação não deve mudar.

"Viemos de uma ideia ambiciosa porque sabemos que as condições que podemos encontrar podem ser complicadas, nosso objetivo é sempre fazer 100%, mas se tivermos de sair de algum lugar, faremos isso sem nenhum problema."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Dakar
Evento Dakar
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags dakar 2018, dakar bolivia, dakar lluvia, rally dakar