Audi e BMW avaliam opções após Mercedes deixar o DTM

compartilhar
comentários
Audi e BMW avaliam opções após Mercedes deixar o DTM
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
25 de jul de 2017 17:22

No entanto, rival considera que chegada da empresa de Stuttgart à Fórmula E reforça a importância da categoria de carros elétricos

Edoardo Mortara, Mercedes-AMG Team HWA, Mercedes-AMG C63 DTM
Paul Di Resta, Mercedes-AMG Team HWA, Mercedes-AMG C63 DTM
Grid girl of Bruno Spengler, BMW Team RBM, BMW M4 DTM
Mattias Ekström, Audi Sport Team Abt Sportsline, Audi A5 DTM
Timo Glock, BMW Team RMG, BMW M4 DTM
Timo Glock, BMW Team RMG, BMW M4 DTM

Audi e BMW deram suas primeiras respostas ao surpreendente anúncio de que a Mercedes deixará o DTM após a temporada de 2018.

Na segunda-feira (24), a empresa de Stuttgart anunciou que sairá da categoria alemã ao fim da próxima temporada para se comprometer ao projeto na Fórmula E a partir do campeonato de 2019/2020.

Portanto, em 2019, a Mercedes deixará de participar do DTM pela primeira vez desde 1987, sendo que Audi e BMW ficam como as duas fabricantes restantes.

A última vez que o DTM teve apenas duas montadoras foi em 2011, antes da entrada da BMW, quando Audi e Mercedes permaneceram no período após a saída da Opel, em 2006.

Tanto Audi quanto BMW disseram que iriam considerar suas opções após a saída repentina da Mercedes, embora a Audi tenha reiterado que as competições de turismo sejam “vitais” em seu programa no automobilismo.

“Lamentamos a decisão da Mercedes-Benz em sair do DTM após a temporada de 2018”, disse o chefe da Audi no automobilismo, Dieter Gass.

“As consequências para a Audi e a categoria não estão claras no momento. Para a Audi, fazer parte de uma categoria de turismo de ponta internacional é parte vital para sua estratégia.”

“Agora temos de analisar essa nova situação com todos os envolvidos para poder encontrar uma solução ou possíveis alternativas ao DTM.”

O chefe de automobilismo da BMW, Jens Marquardt, disse: “É com grande tristeza que ficamos sabendo da saída da Mercedes após o fim da temporada de 2018 do DTM. Agora precisamos avaliar essa nova situação.”

Entrada da Mercedes mostra a importância da Fórmula E

Mesmo tendo lamentado a saída da Mercedes do DTM, a Audi acrescentou que a chegada da rival na Fórmula E reforça o crescimento da categoria elétrica.

A Audi anunciou no começo do mês que irá assumir o controle da equipe Abt na quarta temporada da Fórmula E, enquanto que a BMW terá uma equipe de fábrica a partir da quinta temporada.

“Nós damos boas-vindas à Mercedes na Fórmula E. Isso mostra a importância da categoria elétrica, agora que as três maiores fabricantes alemãs se comprometeram a correr por lá”, disse Gass.

Reportagem adicional de Stefan Ehlen

Próxima DTM matéria

Sobre esta matéria

Categoria DTM
Autor Jamie Klein
Tipo de matéria Últimas notícias