Rússia impede entrada e destrói alimentos da BMW

Palco da sexta rodada dupla do DTM, Moscou é alvo de polêmica em razão do conflito político entre russos e o Ocidente

A tensão entre a Rússia e os países ocidentais chegou ao automobilismo. A BMW, que disputa o DTM (Campeonato Alemão de Turismo), enfrentou problemas nesta semana para transportar os seus alimentos para o país. Moscou recebe neste fim de semana a sexta rodada dupla da competição.

A empresa de catering da montadora germânica estava programada para entregar os alimentos em Moscou, mas foi informada na fronteira em Pskov de que a importação de alimentos específicos não estava permitida sem a documentação exigida.

De acordo com as informações divulgadas, havia problemas na documentação sanitária. Todos os alimentos foram confiscados e destruídos pelos russos. 

As autoridades do país estão mais rigorosas e proibindo a entrada de produtos alimentícios importados no país. Irritado com as sanções contra o país por parte do Ocidente em razão dos conflitos na Ucrânia, o presidente Vladimir Putin ampliou a restrição, especialmente contra a importação irregular. Recentemente, rodou o planeta uma imagem da incineração de toneladas de alimentos como tomates, pêssegos, carne de porco e queijos.

Além do problema com a BMW, os organizadores do DTM também tiveram transtornos com um caminhão transportando equipamentos para o Moscow Raceway. O veículo carregava 800 kg de alimentos, mas a carga foi confiscada e destruída.

A organização da BMW informou que, em razão do problema na fronteira, providenciou a compra de alimentos na Rússia para os seus membros.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias DTM
Evento Moscou
Pista Moscow Raceway
Tipo de artigo Últimas notícias