Scheider pede compreensão após polêmica na Áustria

compartilhar
comentários
Scheider pede compreensão após polêmica na Áustria
Stefan Ehlen
Por: Stefan Ehlen
Traduzido por: Gabriel Carvalho
5 de ago de 2015 18:24

O piloto da Audi no DTM postou um texto no Facebook em que pede que o público seja compreensivo em relação à polêmica gerada pela ordem de rádio recebida na etapa da Áustria

Pascal Wehrlein, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM
Timo Scheider, Audi Sport Team Phoenix Audi RS 5 DTM, contorna a curva após tocar em Pascal Wehrlein, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM e Robert Wickens, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM crash
Timo Scheider, Audi Sport Team Phoenix Audi RS 5 DTM, conversa com a imprensa após a corrida.
Carro de Pascal Wehrlein, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM
Robert Wickens, HWA AG Mercedes-AMG C63 DTM

Timo Scheider pediu que os fãs tenham compreensão quanto ao polêmico toque em Robert Wickens e Pascal Wehrlein na última volta da segunda corrida do DTM na Áustria, realizada no último domingo. Desde o incidente, no qual o piloto da Audi tirou os dois representantes da Mercedes da prova, o piloto tem recebido uma enxurrada de mensagens – em grande parte pouco elogiosas, para dizer o mínimo.

Scheider, aparentemente, refletiu sobre o tema e acabou postando um breve comunicado atráves do perfil oficial no Facebook, em que ele disse: “Os últimos dias não foram fáceis, eu pensei bastante sobre o incidente. Não posso mudar o que aconteceu, mas posso tirar lições a partir disso”, escreveu.

A reação do público nas redes sociais mexeu com o piloto, que pediu para os fãs um pouco mais de compreensão e polidez nos comentários. "Só peço um favor a vocês, pode ser? Não ofendam a minha família e nem o Dr. Wolfgang Ullrich. Aceito todas as opiniões, desde que elas sejam bem embasadas e que não sejam ofensivas", completou.

Na última volta da segunda corrida na Áustria, Scheider atingiu a traseira do carro de Wickens na freada para a Schlossgold. O canadense, então, não conseguiu evitar a colisão com Wehrlein, que até então liderava o campeonato. Com o toque, os dois carros da Mercedes foram para a caixa de brita e abandonaram a prova.

Pouco antes do toque, ouve-se a voz Dr. Wolfgang Ullrich, chefe da Audi, dizendo para Scheider “coloque-o para fora”, logo após Wickens ter bloqueado o piloto do time de Ingolstadt para que Wehrlein pudesse ultrapassar os dois de uma só vez.

 

Mais tarde, Scheider foi considerado o culpado pela e foi excluído da corrida. Os comissários encaminharam o incidente, relacionado como “uma eventual instrução antidesportiva via rádio”, para o tribunal da Associação Alemã de Esportes a Motor (DMSB) para uma investigação posterior.

A data do julgamento ainda não foi definida, então o resultado da segunda corrida em Spielberg continua sendo provisório. Entre as sentenças possíveis na audiência do DMSB está a cassação da licença de Scheider.

Próxima DTM matéria
Scheider é desclassificado de segunda prova na Áustria

Previous article

Scheider é desclassificado de segunda prova na Áustria

Next article

Chefe da Audi é banido da temporada, Scheider é suspenso

Chefe da Audi é banido da temporada, Scheider é suspenso
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria DTM
Evento Spielberg
Localização Red Bull Ring
Pilotos Timo Scheider
Equipes Phoenix Racing
Autor Stefan Ehlen
Tipo de matéria Últimas notícias