11º em Spa, Nasr relata “corrida difícil” e crê em melhora em Monza

compartilhar
comentários
11º em Spa, Nasr relata “corrida difícil” e crê em melhora em Monza
Gabriel Carvalho
Por: Gabriel Carvalho
23 de ago de 2015 17:15

Brasileiro enfrentou problema nos freios em grande parte do GP da Bélgica, realizado neste domingo (23)

Felipe Nasr, Sauber C34
Felipe Nasr, Sauber C34
Felipe Nasr, Sauber C34
Marcus Ericsson, Sauber C34
Marcus Ericsson, Sauber C34

O que parecia ser um final de semana promissor para Felipe Nasr terminou de maneira decepcionante para o piloto da Sauber. Nos treinos livres, o desempenho foi bom. Na classificação, o primeiro golpe: eliminação no Q1 – com as punições para Max Verstappen e Kimi Räikkönen, o brasileiro largou na 14º posição.

Isso, entretanto, não serviu de alento a Nasr, que enfrentou diversas dificuldades durante a prova, a começar pela largada. “Tive uma corrida difícil. Na largada, as rodas patinaram demais e perdi algumas posições. Além disso, tive problemas com os freios durante toda a prova e um pequeno furo no pneu dianteiro esquerdo no último stint”, contou.

Falando aos jornalistas após a prova, Nasr explicou o que aconteceu com os freios. "Estou um pouco desapontado (com o problema). Isso me limitou, em muitos momentos o carro ficava em três rodas, pois o equilíbrio do freio estava completamente errado”, revelou.

O piloto da Sauber lamentou o fato de ter sofrido com tantos problemas em Spa-Francorchamps, mas acredita que o desempenho na próxima etapa, o GP da Itália, será melhor. “Muitos problemas para mim desta vez, mas estou confiante de que o final de semana em Monza será melhor”, disse.

Em situação oposta está o companheiro de equipe de Nasr, Marcus Ericsson. Pela segunda prova seguida, o sueco terminou na zona de pontuação – décimo lugar, assim como acontecera no GP da Hungria.

“Para mim, é ótimo marcar pontos pela segunda corrida consecutiva. Tive uma boa largada, mas nas primeiras voltas alguns detritos ficaram presos no assoalho, o que fez com que perdêssemos pressão aerodinâmica e não pudemos acompanhar o ritmo de nossos concorrentes”, revelou.

“No segundo stint, conseguimos tirar os detritos e pude aumentar o ritmo – que mesmo assim, não foi tão forte como imaginávamos que seria possível. De qualquer forma, acabamos tendo sorte e marcamos um ponto”, finalizou Ericsson.

Próxima Fórmula 1 matéria
Verstappen comemora pontos após sofrer punição no grid

Previous article

Verstappen comemora pontos após sofrer punição no grid

Next article

Para Bottas, erro com pneus impediu quinto lugar em Spa

Para Bottas, erro com pneus impediu quinto lugar em Spa
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Localização Spa-Francorchamps
Pilotos Marcus Ericsson , Felipe Nasr
Autor Gabriel Carvalho
Tipo de matéria Últimas notícias