12º, Senna relata que sua Williams rende bem com tanque cheio

Bruno espera poder largar próximo dos dez primeiros na corrida de domingo para tentar sair da Coreia com alguns pontos

Bruno Senna terminou a segunda sessão de treinos livres - a primeira dele - para o GP da Coreia na 12ª colocação, que não foi mau resultado para o piloto da Williams. Descrevendo o carro um pouco lento com tanque vazio, Senna elogiou o comportamento com o peso máximo.

"Tive alguns problemas, mas nada muito sério. O freio estava meio mole, mas nada que estragasse totalmente o dia. Percebemos também que na simulação de corrida estamos melhores do que com combustível baixo. Sessão foi produtiva, mas temos que ver um caminho bom, pois o pessoal da frente está rápido, principalmente mais leves", disse Bruno Senna após a sessão.

"Carro está passando confiança, mas ainda falta um pouco para atacar 100%. Amanhã terei uma ideia melhor do que o carro está fazendo. Vamos trabalhar bastante para fazer a melhor classificação e corrida possíveis", completou.

Sobre os pneus, os mais macios da Pirelli, Senna disse que a sujeira ao redor do traçado ideal é muito grande, o que dificulta a vida do piloto que perde um pouco a tangência correta. Segundo o brasileiro, diferentemente do usual, em Yeongam o pneu que mais sofre é o dianteiro.

"A pista vai sempre evoluindo aqui, e não é nem de emborrachar, mas de limpar mesmo. O traçado vai ficando mais largo em algumas curvas e mais estreito em outras, pois os pneus vão soltando muitos pedaços. Existem partes bem sujas. Fator limitador será o pneu da frente, que se desgasta muito mais do que o de trás", explicou.

Senna afirmou que nem ele mesmo sabe o que aconteceu quando, no início do treino, perdeu o controle de sua Williams e ficou atravessado na pista após uma rodada: "Foi uma surpresa aquela rodada, e depois não aconteceu mais. Foi algo bem esquisito. Pode ter sido algum vento", acredita.

Senna espera poder ficar bem colado com o grupo do Q3 para tentar sair da Coreia com mais alguns pontos no campeonato: "Um resultado mais próximo dos dez primeiros seria algo bom [para o treino classificatório]. Temos que limitar o tanto que vamos ficar para trás para tentar marcar pontos, que é o objetivo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias