3º, Raikkonen aceita falta de sorte em estratégia

Piloto tem azar com Safety Car e vê parceiro Vettel supera-lo para vencer primeira prova da temporada 2018

O finlandês Kimi Raikkonen viu seu segundo lugar no grid se transformar em terceiro após o GP da Austrália deste domingo (25). Ele foi vítima, assim como Lewis Hamilton, do Safety Car que entrou na pista após Romain Grosjean parar sua Haas na pista com problemas em uma roda de seu carro.

Ambos já haviam parado, e Sebastian Vettel, vencedor da prova, não. O alemão perdeu menos tempo que os rivais na pista e conquistou a vitória. Falando de sua estratégia, Kimi defendeu a Ferrari e disse que nada poderia ter sido feito.

"Não é tão ruim assim”, falou Kimi.

“Felizmente foi Seb quem teve sorte. Pelo menos é do nosso time. Fomos rápidos o dia todo, mas foi difícil ultrapassar. Eu segui Hamilton para ver se poderíamos fazer algo nos boxes, mas não. Fiquei em terceiro lugar."

Apesar de não ter funcionado, Kimi Raikkonen não criticou a estratégia aplicada pela Ferrari na prova: "o que estávamos fazendo foi muito claro. Às vezes temos sorte, às vezes não. Fomos na direção da nossa equipe, temos dois carros no pódio e fomos rápidos todo o fim de semana".

Fazendo um balanço, o Iceman acha que o final de semana da abertura do mundial foi positivo, mesmo que a Ferrari no momento ainda mostre um déficit de desempenho em comparação com a Mercedes.

"Não foi tão ruim, estou muito feliz. Claro, há coisas para melhorar, mas é um circuito muito especial, e vamos ver o que podemos fazer na próxima corrida, onde vamos encontrar altas temperaturas."

Veja os destaques do GP da Austrália

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Sub-evento Domingo - Corrida
Pista Melbourne Grand Prix Circuit
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Reactions