30 anos: O 1º “mano a mano” de Senna e Prost na McLaren

compartilhar
comentários
30 anos: O 1º “mano a mano” de Senna e Prost na McLaren
12 de jun de 2018 17:00

Relembre primeiro duelo na pista de brasileiro e francês como companheiros de equipe na temporada de 1988

Pódio: vencedor Ayrton Senna e Alain Prost
Pos-race: Ayrton Senna
Pódio: vencedor Ayrton Senna, Alain Prost e Thierry Boutsen
Pos-race: Ayrton Senna, Alain Prost e Thierry Boutsen
Pos race: Ayrton Senna e Thierry Boutsen
Ayrton Senna, McLaren MP4/4
Satoru Nakajima
Gerhard Berger, Ferrari F187/88C
Antes da largada: Nelson Piquet e Alain Prost

A famosa rivalidade de Ayrton Senna e Alain Prost como companheiros de equipe na McLaren chegou pela primeira vez 'às vias de fato' na pista há exatos 30 anos, no GP do Canadá.

Senna, pole position pela quinta vez consecutiva naquela temporada, teve que suar pelo lugar de honra no grid durante os treinos naquele final de semana. Depois de superar Prost nas primeiras corridas por largas margens (com a mais famosa delas sendo os 1s427 do GP de Mônaco), o brasileiro ficou com o primeiro lugar por apenas 0s182 em Montreal.

A prova prometia o primeiro duelo direto entre os dois. E ele aconteceu.

Na largada, Prost saiu melhor e Senna caiu para o segundo lugar. As primeiras voltas foram tensas, com Senna tentando de todo jeito ir para cima do francês, e o então bicampeão do mundo usando de toda a sua experiência para segurar o brasileiro.

Depois de Senna ter tido problemas em seu carro na largada no Brasil, de ter vencido por larga margem em San Marino, e de Prost ter dominado Senna no México e de Senna bater sozinho na liderança em Mônaco, o duelo entre as duas McLarens finalmente acontecia.

Ao lado da briga, os dois precisavam também se preocupar em economizar combustível, já que o circuito Gilles Villeneuve, por seus longos períodos de aceleração, era particularmente complicado para o consumo de gasolina.

No entanto, Senna passou por cima de todas as questões e conseguiu na volta 19 mergulhar em cima de Prost no Hairpin do Casino. Surpreendido, o francês não pôde se proteger como vinha fazendo até ali e viu o brasileiro assumir a liderança.

Senna conseguiu abrir um pouco nas voltas seguintes, mas Prost deu o troco e voltou a se aproximar do brasileiro. No entanto, Ayrton administrou bem a distância com o consumo e no fim da prova conseguiu cruzar a linha de chegada com 5s934 de frente para o rival depois de aliviar seu ritmo nos últimos giros.

Os problemas de consumo fizeram o brasileiro parar seu MP4/4 parar assim que cruzou a linha de chegada. Prost fez o mesmo.

Era a segunda vitória de Senna na temporada, e a primeira de uma sequência de seis triunfos em sete provas. Esta arrancada - iniciada no Canadá - daria a Ayrton seu primeiro título mundial mais tarde naquele ano, no Japão.

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA explica incidente com marmota no Canadá

Previous article

FIA explica incidente com marmota no Canadá

Next article

Red Bull é conservadora na escolha de pneus para França

Red Bull é conservadora na escolha de pneus para França

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Conteúdo especial