4º, Massa aposta em “boa briga” com Ferrari e Red Bull

29,871 visualizações

Piloto da Williams foi um dos beneficiados pela punição a Sebastian Vettel e ganhou uma posição; para a corrida, brasileiro crê em batalha intensa com Ferrari e Red Bull

Neste sábado (30), Felipe Massa foi o quinto mais veloz no treino que definiu o grid de largada do GP da Rússia, mas largará da quarta posição na prova russa devido à punição de Sebastian Vettel – que foi o segundo, mas perde cinco posições no grid por ter trocado a caixa de câmbio na sexta-feira.

Após a classificação, o piloto da Williams falou ao Motorsport.com sobre o desempenho no Q3 e se mostrou satisfeito, apesar de alguns contratempos. Para Massa, os adversários na corrida serão Red Bull e Ferrari, a quem ele espera superar.

“Mesmo com algumas dificuldades, foi uma boa classificação, é bom estar no top-5. Estou satisfeito com o rendimento do carro hoje. Amanhã, espero ter uma boa briga com Ferrari e Red Bull e, se possível, espero que possamos terminar à frente deles com os dois carros”, disse.

Questionado sobre o Q3, Massa revelou que pequenos erros e a falta de aderência o impediram de buscar um tempo melhor, que pudesse colocá-lo em uma posição melhor. “Na primeira tentativa, cometi alguns pequenos erros e, na segunda, não tínhamos aderência suficiente nos pneus, esses foram os problemas”, afirmou.

Além disso, o brasileiro destacou a chance de ganhar posições na largada. Em 2016, a Mercedes não têm apresentado, em linhas gerais, boas largadas. Como o trecho até a primeira curva é extenso, Massa crê que, se largar bem, pode ganhar posições.

“Sempre precisamos focar em boas largadas, aqui especialmente, devido à longa reta. Podemos fazer ultrapassagens ali. Tivemos boas largadas no passado, assim como tivemos ruins. Se largarmos bem, teremos uma boa velocidade na primeira reta e então poderemos ver o que acontece”, disse.

Por fim, Massa ressaltou que as características da pista em Sochi beneficiam os motores Mercedes e o FW38 e disse acreditar que a maior parte das equipes deve fazer apenas um pit stop durante a prova.

“É uma boa pista para os motores Mercedes e nosso carro se comporta bem neste tipo de pista. O desgaste dos pneus é pequeno aqui, então creio que a maior parte das equipes vai para uma parada apenas. Mas é algo que será decidido com base no ritmo de corrida”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias