"50 por cento do time trabalhará no carro de '14 em maio", diz Wolff

Dirigente da Mercedes diz que projeto já está em andamento e que pretende focar cada vez mais até o fim do ano

Toto Wolff no Bahrein

Dona de duas poles em 2013, a Mercedes já começa a ver o sucesso a longo prazo, e se preocupa cada vez mais em construir um novo carro para 2014, quando o regulamento da Fórmula 1 sofrerá várias mudanças técnicas, entre especificação de motores e aerodinâmicas.

Toto Wolff, chefe de competições da equipe alemã com sede em Brackley, na Inglaterra, confirma que cerca de metade do pessoal do time já estará trabalhando no carro do ano que vem durante o próximo mês.

“Não há dúvida que em um ponto do Verão todos irão transferir seus principais recursos para o carro de 2014. É uma máquina muito complexa e complicada”, disse ao site da F-1.

“Já estamos trabalhando no carro de 2014, e vamos gradualmente aumentando nossa porcentagem de pessoas trabalhando no carro do ano que vem. Diria que em maio nós vamos chegar em um ponto onde mais de 50% vai trabalhar no carro novo.”

Wolff prevê que o fim de 2013 seja como o fim de 2008, com equipes focadas no carro atual, para disputar o título, e outras focadas totalmente na temporada seguinte “Obviamente isso depende de onde você está no campeonato. Os que estiverem lutando pelo título vão concentrar mais no carro deste ano.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias