A história do teste de Senna com um carro da Indy

No dia em que Ayrton Senna completaria 58 anos, relembre seu teste no comando de um carro da equipe Penske da IndyCar

Descontente com o domínio de Nigel Mansell e sua Williams na Fórmula 1 e sem conseguir as condições que queria para a renovação de seu contrato para a temporada de 1993 da categoria, Ayrton Senna, que completaria 58 anos nesta quarta-feira (21), aproveitou as férias pós-temporada 1992 para fazer um teste com um carro da equipe Penske da IndyCar.

O teste foi realizado no autódromo Firebird, uma pequena pista localizado no deserto próximo a Phoenix, que, de tão pequena e apertada, foi comparada a um kartódromo por Emerson Fittipldi, que também participou do teste.

Em sua volta mais rápida Fittipaldi cravou 49s70, mas Senna foi mais rápido e registrou 49s09. Ayrton ainda participaria de outro teste no circuito oval de Phoenix, mas desistiu de guiar o carro da Penske.

Relembre o teste no vídeo abaixo

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , IndyCar
Tipo de artigo Últimas notícias