"A Mercedes não deveria temer a concorrência", cutuca rival

compartilhar
comentários
Por: Julianne Cerasoli
15 de out de 2014 23:04

Dominadores da temporada barram mudança no regulamento, mas Ferrari e Red Bull tentam fazê-los voltar atrás

A mais última lavada dos carros equipados com motores Mercedes, que ocuparam as cinco primeiras posições no GP da Rússia, no último domingo, inflamou ainda mais o desejo das rivais em derrubar o congelamento do desenvolvimento das unidades de potência no ano que vem.

A medida chegou a ser aprovada em caráter preliminar há cerca de três semanas, mas a montadora alemã mudou de ideia, como explicou o chefe da Ferrari, Marco Mattiacci, ao TotalRace.

[publicidade] “Basicamente, a maioria apoiou a ideia de derrubar o congelamento do desenvolvimento de motores a partir do ano que vem, mas agora temos de ir para a Comissão de F-1. Tivemos uma primeira reunião em Cingapura, na qual essa mudança teve aprovação unânime mas, infelizmente, a Mercedes mudou de ideia duas semanas depois e temos de entender o porquê.”

A mudança de opinião significa que a Mercedes ainda pode barrar a alteração no regulamento. As rivais souberam que os alemães tinham voltado atrás na reunião do Grupo de Estratégia. Porém, nessa instância eles não conseguem barrar a proposta. Na Comissão de F-1, por outro lado, é necessária unanimidade para aprová-la.

Com isso, as rivais, como a Red Bull, que usa os motores Renault, pressionam os alemães para que recuem. “A imaturidade dessa tecnologia [dos motores] é clara, e acho que a Mercedes não deveria temer a concorrência. Eles estão fazendo um grande trabalho e acho que é saudável para a Fórmula 1 que Ferrari, Honda e Renault tenham a possibilidade de diminuir a distância, caso contrário ficaremos estagnados”, reclamou o chefe dos tetracampeões mundiais, Christian Horner.

“Acho que é uma questão maior do que as equipes. É em relação ao que é melhor para o esporte, para os fãs. É fácil defender seus interesses, mas quando você olha para o que é melhor para a Fórmula 1, acho que é ter competição.” 
Próxima Fórmula 1 matéria
Montezemolo apresenta duas razões e confirma saída de Alonso da Ferrari

Previous article

Montezemolo apresenta duas razões e confirma saída de Alonso da Ferrari

Next article

Alonso apoia mudança na regra após acidente de Bianchi

Alonso apoia mudança na regra após acidente de Bianchi
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias