Acidente de Alonso força McLaren a mudar planos em teste

Com grande parte das atualizações no MP4-30 destruídas, time trará peças de Woking para repor na quarta

O GP da Áustria não durou muito para Fernando Alonso. O espanhol foi parar na barreira de proteção após ser acertado por Kimi Raikkonen ainda na primeira volta. O erro do piloto finlandês custará caro para a equipe McLaren, já que Alonso estava utilizando o novo pacote de atualizações do MP4-30 em Spielberg.

O propósito de levar as atualizações já para a corrida no Red Bull RIng era participar dos testes nesta terça e quarta-feira, com Alonso se responsabilizando pela abertura dos trabalhos.

Com uma parte importante do novo pacote de atualizações destruída no acidente, o treino foi comprometido. No entanto, a equipe acredita que pode obter uma nova versão de seu bico, asa dianteira e asa traseira para o teste - embora isso possa não ser possível até quarta-feira.

Com isso, o time colocou o belga Stoffel Vandoorne para abrir os trabalhos nesta terça-feira - originalmente dia de Alonso - e realocou o espanhol para quarta-feira. 

A equipe também não teve o que comemorar com Button, já que o britânico também não chegou a dar dez voltas no GP, após abandonar por um problema mecânico.

Já Vandoorne, o piloto de testes, vem fazendo bonito na GP2, vencendo todas as corridas de sábado (na qual o grid é definido por tomada de tempo) até aqui no ano. Ele tem 76 pontos de vantagem para o segundo, o norte-americano Alexander Rossi.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias