Acidente de Sutil frustra classificação da Force India

compartilhar
comentários
Acidente de Sutil frustra classificação da Force India
Por: Julianne Cerasoli
27 de ago de 2011 13:49

Alemão foi parar em 15º, enquanto Di Resta foi apenas o 18º; veja como foi o treino na ótica do fundo do pelotão

Sutil tinha vaga no Q3 quando bateu

A Force India tradicionalmente é uma equipe que anda bem e Spa e até fez pole position, com Giacarlo Fishichella em 2009. No entanto, uma rodada com Paul Di Resta e um acidente com Adrian Sutil acabou com a classificação do time. Veja a repercussão do treino de classificação no final do pelotão.

Adrian Sutil, Force India, 15º: “O que aconteceu foi uma pena porque o carro estava bom. Cometi um pequeno erro na Eau Rouge, subi na zebra e a traseira do carro escapou e me mandou para o muro. Acho que poderíamos ter classificado em uma posição muito forte.”

Paul di Resta, Force India, 18º: “Largar em 18º não é o que tinha em mente para meu primeiro GP da Bélgica. Decidimos sair no início do Q1, parar no meio e tentar nos aproveitar das melhores condições da pista no final. Infelizmente, começou a chover e fui pego de surpresa na chicane e rodei no que seria minha volta mais rápida.”

Heikki Kovalainen, Lotus, 17º: “Acho que podemos ficar contentes com a performance hoje. Tínhamos o plano certo para as condições. Não acho que poderia ter tirado nada mais do carro.”

Jarno Trulli, Lotus, 19º: “Outro bom dia para a equipe e parabéns para Heikki. Para mim, tudo ia bem até que o tráfego acabou com minha segunda tentativa, mas o carro estava bom.”

Timo Glock, Virgin, 20º: “Tivemos um problema no primeiro jogo de pneus, depois, com o segundo jogo, achei que a volta foi boa, ainda que pelos dados tenha parecido mais uma volta de rally!”

Jerome D’Ambrosio, Virgin, 21º: “Claro que estou um pouco descontente com o resultado, mas estou muito feliz com meu ritmo no final de semana. Erramos na estratégia, mas era difícil decidir.”

Vitantonio Liuzzi, Hispania, 23º: “Foi uma sessão muito intensa. Estávamos melhorando volta a volta, mas na minha última tentativa perdi oito décimos porque estava atrás de um carro mais lento. Acho que poderíamos ter chego em Glock.”

Daniel Ricciardo, Hispania, 24º: “Havia apenas uma volta em que você teria de tirar tudo, e a perdi. Também tive um problema mecânico, o que não ajudou. É uma combinação de coisas.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Alonso culpa tráfego pelo 8º lugar, mas vê Ferrari atrás

Previous article

Alonso culpa tráfego pelo 8º lugar, mas vê Ferrari atrás

Next article

Comissários punem Maldonado por choque com Hamilton

Comissários punem Maldonado por choque com Hamilton