Acidente no 2º treino faz Bruno desperdiçar sexta-feira completa

compartilhar
comentários
Acidente no 2º treino faz Bruno desperdiçar sexta-feira completa
21 de set de 2012 13:11

Mesmo sem entregar carro a Bottas, brasileiro acertou o muro e perdeu quase uma hora de pista em Cingapura

Pelo combinado no contrato, Cingapura é um dos poucos finais de semana em que Bruno Senna não precisa entregar seu carro ao piloto de testes Valtteri Bottas no primeiro treino de sexta-feira. No entanto, um acidente logo no primeiro terço da segunda sessão fez com o que o brasileiro não pudesse usufruir totalmente seu dia de treinos. “O carro acabou não danificando tanto, está tudo bem para amanhã, mas a grande perda foi realmente o tempo de treino. Não só para mim, pois estava fazendo simulação de corrida, como para a equipe, em termos de informação sobre cada composto”, lamentou o piloto da Williams.

“Estava numa volta boa, saí bem da curva e deixei o carro rolar para perto do muro. Mas, como ali deve ter um pouco de sujeira ou água, o carro escorregou de leve e, por estar muito próximo do muro, acabou tocando. Depois que encostou, ele foi ‘sugado’ para o muro e acabou danificando a suspensão traseira. Preferi parar para não danificar mais ainda. Uma pena, mas nada que acabe com o final de semana”, narrou Bruno.

De acordo com o piloto, o grande segredo em Cingapura será, mais uma vez, entender o comportamento dos pneus. “A grande dificuldade que existe com os compostos da Pirelli é colocar os pneus de trás e da frente na temperatura ideal ao mesmo tempo. Às vezes, na primeira volta, os de trás estão na temperatura certa e os da frente estão frios, aí quando os da frente ficam bons, os de trás já passaram. Aqui os de trás estão esquentando muito rápido, então temos que achar este equilíbrio”, comentou. “Esta será a grande batalha do fim de semana e o segredo para ir bem na corrida”, completou Bruno, que se surpreendeu com o desempenho do composto supermacio. “O pneu macio está normal, desgastando rápido, mas o supermacio me surpreendeu, pois mostrou consistência. Fiz a melhor volta na quinta passagem com ele, então pode ser melhor que aparentava”, explicou.

Próxima Fórmula 1 matéria
Mesmo 13º nos treinos livres, Maldonado se mostra otimista

Previous article

Mesmo 13º nos treinos livres, Maldonado se mostra otimista

Next article

Sexta-feira desanima Kimi: "Se continuarmos assim, não temos chance"

Sexta-feira desanima Kimi: "Se continuarmos assim, não temos chance"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Bruno Senna
Tipo de matéria Últimas notícias