Acionistas da Liberty Media aprovam plano de aquisição da F1

Novos proprietários da Fórmula 1 dão mais um passo em direção ao controle do campeonato ainda no início deste ano

A Liberty Media, que já tinha 19,1% de participação na F1, deu mais um passo para tomar de fato o controle da categoria. No mês passado, a empresa revelou que havia levantado mais de 1,55 bilhões de dólares (R$ 4,97 bi) de investidores para ajudar a aumentar a parcela de sua participação nos direitos do campeonato.

Nesta terça, após uma reunião de acionistas no Colorado, foi divulgado um comunicado: "Os titulares de ações com direito a voto aprovaram uma proposta relativa à emissão de ações ordinárias da Liberty Media em conexão com uma proposta relativa à adoção da alteração e retificação do certificado atualizado da Liberty Media para efetuar a mudança de nome do ‘Media Group’ e do ‘Liberty Media Common Stock’ para o ‘Formula 1 Group’ e para ‘Liberty Formula One Common Stock’, respectivamente."

A aquisição da F1 permanece condicionada à aprovação da FIA – órgão dirigente da Fórmula 1. A FIA convocou uma reunião extraordinária do Conselho Mundial de Automobilismo para esta quarta-feira (18).

Esta reunião provavelmente será marcada pela oficialização do aval da FIA para a aquisição da Liberty. A aquisição da empresa americana deverá ser finalizada antes do final do primeiro trimestre de 2017.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias