Alesi elogia Bruno Senna e garante que dinheiro fez diferença

Ex-piloto afirmou que a petrolífera Total pressionou a Renault para a contratação do francês Grosjean

Jean Alesi no box da Renault

O ex-piloto francês Jean Alesi destacou o papel da petrolífera de seu país, a Total, na contratação de Romain Grosjean como piloto titular da Renault para o ano que vem, deixando de lado o brasileiro Bruno Senna.

Alesi elogiou a performance do brasileiro nas oito provas que disputou pela equipe na temporada 2011.

“Em relação a Bruno, o que ele fez neste ano foi ótimo, especialmente porque começou no meio da temporada. Ele teve de pular no carro logo de cara e foi rápido. A performance do carro Às vezes era boa, às vezes não, mas ele conseguiu fazer seu trabalho da melhor maneira. Então é uma pena – mas a Total forçou para ter um piloto francês e eles pagam mais.”

No entanto, o ex-piloto de equipes como Ferrari e Benetton salientou que havia a pressão da petrolífera para a equipe ter um piloto local.

“Grosjean é um iniciante que teve uma chance há alguns anos, mas a França precisa de um piloto local e eu sei que ele terá todo o apoio da Total, então por que não?”, afirmou ao Norwich Advertiser.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias