Alguersuari "puxa o trem" no segundo pelotão em Cingapura

compartilhar
comentários
Alguersuari
Por: Bruno Vicaria
23 de set de 2011 14:58

Enquanto isso, parceiro Buemi bate no muro; confira declarações dos pilotos que ficaram na segunda metade da tabela de tempos

Alguersuari solta faísca em Cingapura

Jaime Alguersuari, Toro Rosso, 11°: "Estou muito contente em voltar a Cingapura. O nível de aderência está muito baixo e, no geral, não fiquei tão satisfeito com o carro. Não temos um bom quadro dos pneus macios. Ainda temos mais uma sessão para melhorar."

Vitaly Petrov, Renault, 14°: "Infelizmente perdemos o P1 pelo motor ter superaquecido, então voltamos ao antigo pacote. Sabemos o que temos de fazer para amanhã e o que pode ser extraído ao máximo do carro no fim de semana."
 
Heikki Kovalainen, Lotus, 18°: "Fiquei contente com nossa posição. O fogo foi menor que no ano passado e é incomum ver o freio grudar desse jeito, mas não foi um problema sério. Acho que dá para extrair mais alguns décimos."
 
Sebastien Buemi, Toro Rosso, 19°: "Conseguimos boas voltas no primeiro treino, e uma primeira impressão dos pneus macios. Na segunda sessão, com supermacios, cometi um erro e toquei o muro. Meu treino acabou ali, mas espero conseguir recuperar para a classificação."
 
Jarno Trulli, Lotus, 20°: "Não tive uma das minhas melhores atuações mas estou feliz com nossa posição. Não acho que mostramos a posição ideal do carro."
 
Timo Glock, Virgin, 21°: "Não foi bom o primeiro treino, com o tempo parado e o toque com Webber. O treino 2 não foi ótimo, mas um pouco melhor. Testamos variações de acerto e o caminho não é ruim, mas os 'long runs' foram difíceis para os pneus traseiros."
 
Jerome D'Ambrosio, Virgin, 22°: "Foi um dia interessante. Foi a primeira vez que andei de noite, foi quente e a corrida será longa. Em termos de performance, estou bem feliz. O ponto negativo foi ter danificado a asa traseira e o assoalho ao passar reto em uma zebra."
 
Daniel Ricciardo, Hispania, 23°: "Sabia que seria um grande desafio essa corrida e não me deixei abater. Gostei da pista: apertada e desafiadora. Não dá nem para piscar! Foi um dia positivo, mas ainda estamos atrás de nossos rivais. A meta e aproximar essa diferença na classificação."
 
Vitantonio Liuzzi, Hispania, 24°: "Estou contente com a sessão. Temos de ajudar poucas coisas. Tive um pouco de saída de traseira e mexemos um pouco no equilíbrio. Estou confiante para o fim de semana, mesmo com a punição de cinco posições."
Próxima Fórmula 1 matéria
Alinhado com Button, Hamilton vê Ferrari mais forte que McLaren

Previous article

Alinhado com Button, Hamilton vê Ferrari mais forte que McLaren

Next article

Massa torce por melhoria da pista para próximos dias

Massa torce por melhoria da pista para próximos dias

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Autor Bruno Vicaria
Tipo de matéria Últimas notícias