“Algumas vezes fui meu pior inimigo neste ano”, diz Grosjean

Francês da Lotus ainda está incomodado com série de acidentes na largada. Na última prova foi cauteloso até demais

Grosjean na Coréia

A série de acidentes em que se envolveu nas largadas durante a temporada ainda incomodam o francês Romain Grosjean. Na última prova ele até foi excessivamente cauteloso, para evitar qualquer toque.

“Eu e minha equipe fizemos um trabalho para entender o que havia e isso ajudou, mas não fiz uma boa largada na Coréia. Depois fiz uma boa prova e pude acelerar o máximo. Nesta temporada eu fui meu pior inimigo algumas vezes, mas agora é deixar isso para trás pensar na frente”, comentou o piloto da Lotus.

Mesmo com a série de acidentes e até com um GP a menos por suspensão, Grosjean ainda tem boa chance de ultrapassar Nico Rosberg no campeonato e assumir a 7ª colocação. No momento o francês tem 88 pontos, contra 93 de Rosberg e está ansioso para a corrida de domingo.

“Ano passado eu era terceiro piloto do time e achei fascinante a chegada da F-1 a este novo cenário. A pista é muito impressionante, com algumas curvas lentas e partes de alta velocidade também. Tenho certeza de que será uma grande pista para dirigir e eu estou ansioso para desvendar seus segredos”, declarou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias